Dívida do SNS à indústria desce 4,50 milhões de euros

29.05.2015

Apifarma divulga relatório 
Pela primeira vez desde dezembro de 2014, o montante da dívida dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) aos laboratórios baixou, embora muito discretamente. 

Diz a mais recente análise da Apifarma que, em abril, a dívida se situava nos 868,90 milhões de euros, menos 4,50 milhões do que em março.  O Centro Hospitalar de Lisboa Norte continua a ser a unidade com o montante de dívida mais elevado (140.100.895 milhões de euros). Por outro lado, o prazo médio de pagamentos aumentou 4 dias, estabelecendo-se nos 455 dias, com o Centro Hospitalar do Médio Tejo a registar o prazo mais alto (837 dias).

15ML22s

29 de Maio de 2015

1522Pub6f15ML22S

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 14.06.2019

Rui Ivo volta a ser presidente do Infarmed

Rui Ivo é nomeado, pela segunda vez, presidente da direção do Infarmed.<br /> A nomeação do Conselh...

por Teresa Mendes | 14.06.2019

 Médicos estão cada vez mais receosos quando têm que denunciar insuficiênci...

Os profissionais de saúde têm «cada vez mais receio» de denunciar situações de insuficiências ou mau...

por Teresa Mendes | 14.06.2019

 IPO Lisboa apela à dádiva de sangue

No âmbito do Dia Mundial do Dador de Sangue, que se celebra esta sexta-feira, dia 14 de junho, o Ser...

14.06.2019

Taxas moderadoras nos centros de saúde com fim à vista

A proposta do Bloco de Esquerda que dita o fim das taxas moderadoras nos centros de saúde vai ser vo...

por Teresa Mendes | 12.06.2019

Médicos com alojamento assegurado para reforço de cuidados de saúde no verã...

 A Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve vai assegurar residência aos médicos que queiram...

por Teresa Mendes | 12.06.2019

Argumentos que pretendem proibir PPP na saúde «não são razoáveis»

Numa altura em que foi adiada a votação do artigo sobre as PPP da Lei de Bases da Saúde para o próxi...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.