A prova prática

por Carlos Mesquita | 24.06.2015

Concursos para assistente graduado sénior
Carlos Mesquita*

Pretende-se de cada candidato a assistente graduado sénior a apresentação e discussão de um projecto de gestão clínica de um serviço ou unidade da área de especialização à qual concorre, tendo em vista «a maximização da eficiência, a melhoria contínua da qualidade, metas e objectivos a alcançar e a forma de seguimento e avaliação de resultados».
Estes  termos, certamente importantes e familiares para um economista, como é o caso do signatário da Portaria n.º 355/2013 de 10 de Dezembro, o Secretário de Estado Manuel Ferreira Teixeira, mas são por demais inespecíficos, redondos e muito aquém dos reais níveis de conhecimento, responsabilidade e preocupação de um médico hospitalar em fase adiantada de carreira, necessariamente baseados no conhecimento do estado da arte, a nível internacional, com tudo o que tal implica em termos de actuação tanto quanto possível baseada na evidência e, no caso da cirurgia, nas decorrentes metodologias do tipo ERP / ERAS (enhanced recovery pathways / enhanced recovery after surgery).

 Sem regras definidas

Em Cirurgia Geral, eficiência e qualidade são termos indissociáveis, a diferença entre metas e objectivos é pouco relevante e a forma de seguimento e avaliação dos resultados deverá ser, cada vez mais, alicerçada em protocolos definidos superiormente pela Ordem dos Médicos ou pelo Ministério da Saúde, homogéneos e nacionais, tanto quanto possível europeus, em lugar de regulamentações internas, avulsas, pouco perenes e propensas ao auto-elogio.

Em Cirurgia Geral, eficiência e qualidade são termos indissociáveis, a diferença entre metas e objectivos é pouco relevante e a forma de seguimento e avaliação dos resultados deverá ser, cada vez mais, alicerçada em protocolos definidos superiormente 

A presente prova prática, sem regras definidas e fora da tradicional grelha de avaliação curricular, a corresponder a 30% da classificação final, constitui um factor de enorme subjectividade e, como tal, um grande retrocesso no contexto das carreiras médicas. 

 Originalidades

Mais uma triste originalidade do final da governação dita socialista do engenheiro José Sócrates, já em período de gestão, que teve por Ministro da Saúde, para demérito de nós todos, a médica Ana Jorge, a que o actual governo, através de Paulo Macedo, entendeu por bem dar continuidade… 

A presente prova prática, sem regras definidas e fora da tradicional grelha de avaliação curricular, a corresponder a 30% da classificação final, constitui um factor de enorme subjectividade 

Originalidade, por sinal, bem ao nível de uma outra, igualmente retrógrada, de Correia de Campos, quando decidiu acabar com as eleições para os directores clínicos, transformando irresponsavelmente em cargo de confiança política um cargo que nunca poderá deixar de índole técnica e científica, reconhecido por pares, situação a que o actual governo também entendeu por bem dar continuidade…. Devo confessar que desconheço qual foi e qual é o posicionamento da Ordem dos Médicos e dos Sindicatos Médicos relativamente a estas questões.

*Cirurgião dos HUC-CHUC

NR: Entretítulos e destaques da Redacção
 

E AINDA

por Teresa Mendes | 05.12.2019

Curso de Medicina na Católica chumbado pela Agência de Acreditação

A Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES) chumbou a abertura de um curso de Med...

por Teresa Mendes | 05.12.2019

ADSE passa a ser tutelada pelo Ministério da Administração Pública

A ADSE já não é da tutela do Ministério da Saúde. Segundo o regime da organização e funcionamento do...

por Teresa Mendes | 05.12.2019

 Médicos de Medicina Interna são insuficientes manter o SU dos HUC

Vinte médicos especialistas em Medicina Interna enviaram declaração de responsabilidade à Ordem dos...

por Teresa Mendes | 05.12.2019

 Reduzir o colesterol mais cedo pode diminuir risco cardiovascular mais tar...

Reduzir os níveis de colesterol com medicamentos em pessoas com menos de 45 anos pode reduzir o risc...

por Teresa Mendes | 04.12.2019

Esperança de vida em Portugal é maior do que na média dos países da EU

A esperança de vida em Portugal «aumentou substancialmente na última década», nomeadamente com a red...

por Teresa Mendes | 04.12.2019

Ministra inaugurou centro de saúde em Ventosa, Torres Vedras

A ministra da Saúde, Marta Temido, inaugurou esta terça-feira, o centro de saúde de São Mamede da Ve...

por Teresa Mendes | 04.12.2019

Iniciativa apela à liquidação de todas as dívidas com mais de 90 dias a for...

A Apifarma, a Confederação Empresarial de Portugal (CIP) e a Associação Cristã de Empresários e Gest...

por Teresa Mendes | 03.12.2019

 Entre 2016 e 2018 foram introduzidos mais de 150 medicamentos inovadores

O acesso a novos medicamentos no Serviço Nacional de Saúde (SNS) «aumentou de modo significativo, co...

por Teresa Mendes | 03.12.2019

SPMS e APAH lançam Ciclo de Webinars sobre Transformação Digital na Saúde

A Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) e a Associação Portuguesa de Administradores Ho...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.