Medicamentos vão ter identificador único e dispositivo anti-adulteração

por Teresa Mendes | foto de "DR" | 10.02.2016

Novos recursos de segurança contra fármacos falsificados
Foi regulamentada a diretiva que estabelece um código comunitário relativo aos fármacos para uso humano para impedir a introdução na cadeia de abastecimento legal de medicamentos falsificados.

De acordo com o diploma, publicado no Jornal Oficial da União Europeia na passada terça-feira serão introduzidas novas funcionalidades obrigatórias, tais como «um identificador único e um dispositivo anti-adulteração», caraterísticas de segurança que pretendem proteger os cidadãos europeus contra a ameaça à saúde dos medicamentos falsificados, que podem conter ingredientes ativos de baixa qualidade ou na dosagem errada. 

Este complemento à Diretiva 2011/62/EU, assinado pelo presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, sustenta que «os recursos de segurança vão garantir a autenticidade dos fármacos, beneficiando pacientes e empresas, bem como a segurança da cadeia de fornecimento de medicamentos – desde os fabricantes aos distribuidores».

O regulamento entra em vigor no próximo dia 29 de fevereiro, no entanto o mesmo só será aplicável daqui a três anos, prazo dado para que todos os Estados-Membros tenham tudo pronto para funcionar.

Serão introduzidas novas funcionalidades obrigatórias, tais como «um identificador único e um dispositivo anti-adulteração», caraterísticas de segurança que pretendem proteger os cidadãos europeus contra a ameaça à saúde dos medicamentos falsificados, que podem conter ingredientes ativos de baixa qualidade ou na dosagem errada 

O documento pode ser consultado aqui

16tm06i 
10 de Fevereiro de 2016
1606Pub4f16tm06i

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 13.12.2019

 «Assistimos hoje ao assassinato premeditado do modelo USF»

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) decidiu abandonar as reuniões da Comissão Técnica Naciona...

por Teresa Mendes | 13.12.2019

 «Premium Cataract Surgery 2020» debate técnicas cirúrgicas inovadoras

A Universidade do Minho organiza, no próximo dia 18 de janeiro de 2020, a conferência «Premium Catar...

13.12.2019

 Tecnologia criada no Porto ajuda médicos a identificar nódulos pulmonares

Investigadores do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TE...

por Teresa Mendes | 13.12.2019

 Marta Temido anuncia reforço de 800 milhões de euros para a Saúde em 2020

Foram várias as entidades que se congratularam publicamente pelo reforço de verbas para o Serviço Na...

por Teresa Mendes | 13.12.2019

55% dos doentes com doença crónica tem baixos níveis de literacia em saúde

«55% da população com doença crónica tem níveis inadequados de literacia em saúde», uma situação que...

por Teresa Mendes | 13.12.2019

Lançado Instituto Virtual de Fibromialgia

Foi lançado o Instituto Virtual de Fibromialgia, MyFibromyalgia®, uma ferramenta de intervenção clín...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.