Keytruda® em combinação com quimioterapia demonstra taxas de resposta entre 48 a 71%

14.09.2016

Tratamento em primeira linha do cancro do pulmão de células não-pequenas
Dados de um estudo inicial de prova de conceito de Keytruda® (pembrolizumab), a terapêutica anti-PD-1 da MSD, associada a tratamentos padrão, um com bevacizumab e outro sem este fármaco, em cancro do pulmão de células não-pequenas (CPCNP), incluindo quimioterapia em doentes com CPNPC sem tratamento prévio, demonstraram taxas de resposta global entre 48 e 71%, dependendo da terapêutica utilizada. 

Os resultados deste ensaio, Keynote-021, de fase 1/2, foram apresentados no 52.º Encontro Anual da Sociedade Americana de Oncologia Clínica (ASCO) por Shirish Gadgeel, do Barbara Ann Karmanos Cancer Institute.

«A combinação de Keytruda® e quimioterapia no contexto de tratamento de primeira linha de cancro do pulmão é uma parte importante do nosso esforço para desenvolver mais opções de tratamento para doentes com CPNPC», afirmou Roger Dansey, vice-presidente sénior e diretor da área terapêutica, desenvolvimento de Oncologia de estádio tardio, MSD Research Laboratories. 

Dados de um estudo inicial de prova de conceito de Keytruda®, a terapêutica anti-PD-1 da MSD, associada a tratamentos padrão, um com bevacizumab e outro sem este fármaco, em cancro do pulmão de células não-pequenas (CPCNP), incluindo quimioterapia em doentes com CPNPC sem tratamento prévio, demonstraram taxas de resposta global entre 48 e 71%, dependendo da terapêutica utilizada 

Segundo o responsável, «este estudo ajudou-nos a identificar opções de quimioterapia para combinação com Keytruda® independentemente da expressão de PD-L1, para avançar para ensaios de fase 3».

16tm37n
14 de Setembro de 2016
1637Pub4f16tm37N

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 18.01.2019

Economista Márcia Roque é a nova presidente da ACSS

O Conselho de Ministros (CM) desta quinta-feira nomeou a economista Márcia Roque para presidente do...

por Teresa Mendes | 18.01.2019

 Portugal tem o maior rácio de médicos de MGF por habitante da UE

Portugal é o país da União Europeia (UE) com a maior taxa de especialistas de Medicina Geral e Famil...

18.01.2019

CHUC lança projeto «H2 – Humanizar o Hospital»

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) lança, no próximo dia 24, o projeto «H2 - Huma...

por Teresa Mendes | 18.01.2019

Daniel Ferro substitui Carlos Martins à frente do CHULN

Daniel Ferro, atual presidente do conselho de administração do Hospital Garcia de Orta, vai substitu...

por Teresa Mendes | 17.01.2019

Centro Hospitalar do Oeste está «refém de prestadores de serviço»

O Centro Hospitalar do Oeste (CHO) é a terceira unidade de saúde do país com maior volume de horas c...

por Teresa Mendes | 17.01.2019

Cancro digestivo mata uma pessoa a cada hora em Portugal

O cancro digestivo mata uma pessoa por hora em Portugal, uma doença que tem vindo a aumentar nos últ...

por Teresa Mendes | 16.01.2019

Governo quer melhorar os Serviços de Urgência

O Governo criou um grupo de trabalho para estudar os diferentes modelos organizativos no funcionamen...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.