AINE e risco de hospitalização por insuficiência cardíaca

02.11.2016

O efeito é dose-dependente
O risco de hospitalização por insuficiência cardíaca (IC) associado à utilização de AINE varia entre cada um destes, e o efeito é dose-dependente, sugere um estudo de Andrea et al., publicado no British Medical Journal [BMJ. 2016;354(i4857)]. 

O estudo, de caso-controlo híbrido, utilizou bases de dados de cinco populações de quatro países europeus (Holanda, Itália, Alemanha e Reino Unido), e recrutou indivíduos adultos (18 ou mais anos) que iniciaram tratamento com AINE entre 2000 e 2010. No total, verificaram-se 92 163 casos de hospitalização por IC, emparelhados com 8 246 403 controlos, de acordo com idade, sexo e ano de entrada na coorte.

Foi avaliada a associação entre o risco de hospitalização por IC e a utilização de 27 AINE, incluindo 23 AINE tradicionais e quatro inibidores seletivos da COX-2.
 
A utilização de qualquer AINE nos 14 dias precedentes associou-se a um aumento de 19% do risco de hospitalização por IC, em comparação com a utilização passada (superior a 183 dias).

O risco de hospitalização aumentou com sete AINE tradicionais (diclofenac, ibuprofeno, indometacina, cetorolac, naproxeno, nimesulida e piroxicam) e dois coxibes (etoricoxib e rofecoxib).

A probabilidade variou entre 1,16 para o naproxeno e 1,83 para o cetorolac. O risco de hospitalização por IC duplicou com diclofenac, etoricoxib, indometacina, piroxicam e rofecoxib utilizados em muito alta dose (2 vezes a dose diária, ou mais).

Foi avaliada a associação entre o risco de hospitalização por IC e a utilização de 27 AINE, incluindo 23 AINE tradicionais e quatro inibidores seletivos da COX-2 

Mesmo doses médias de indometacina e etoricoxib estiveram associadas a risco aumentado.
 
Não houve evidência de que o celecoxibe aumente o risco de hospitalização por IC nas doses habitualmente utilizadas.

16JPO45B
02 de Novembro de 2016
1645Pub4f16JPO45B

E AINDA

por Teresa Mendes | 17.10.2019

Investigação portuguesa comprova impacto da redução do consumo de sal na sa...

Um estudo inédito em Portugal concluiu que «a diminuição da ingestão de sal e o aumento da ingestão...

por Teresa Mendes | 17.10.2019

 Morrem prematuramente em Portugal quase 6 mil pessoas devido à poluição

Em 2016, morreram prematuramente em Portugal quase 6 mil pessoas devido à poluição do ar. A conclusã...

por Teresa Mendes | 17.10.2019

 USF modelo B: Regime retributivo «deve ser alargado a todos os profissiona...

O Conselho Consultivo da Associação Nacional das Unidades de Saúde Familiar (USF-AN) considera, no q...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

 Médicos contestam manutenção de Marta Temido na pasta da Saúde

Após um ano marcado pela contestação, Marta Temido vê o seu mandato como ministra da Saúde renovado...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

 Hospitais que criarem mais pagamentos em atraso devem ser auditados

O economista Pedro Pita Barros sugere ao novo Governo, prestes a iniciar funções, que passe a public...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

Festival Mental 2019 é já em novembro, em Lisboa e Porto

Lisboa e Porto vão poder assistir ao Festival Mental em novembro.<br /> A inauguração é no dia 1 e...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.