Pembrolizumab melhora significativamente a SG em comparação com quimioterapia 

19.12.2016

Doentes com cancro avançado da bexiga previamente tratados
A MSD anuncia os resultados do estudo pivotal KEYNOTE-045 que estuda a utilização de pembrolizumab, a terapêutica anti-PD-1 da companhia, em doentes com cancro avançado da bexiga (urotelial) previamente tratados com quimioterapia contendo platina.
 
Conforme anunciado anteriormente, pembrolizumab foi superior à quimioterapia de escolha do investigador para o endpoint primário de sobrevivência global (SG) neste estudo de fase 3, que foi interrompido precocemente. 

Especificamente, «houve uma redução de 27% no risco de morte em doentes tratados com pembrolizumab em comparação com quimioterapia (SG, HR = 0,73, valor de p: 0,0022)», revela um comunicado da MSD.

De acordo com os dados apresentados recentemente na 31.ª Reunião Anual da Sociedade de Imunoterapia do Cancro, «a melhor sobrevivência global para doentes que recebem pembrolizumab neste ensaio é clinicamente significativa e poderá ter impacto na forma como os médicos consideram tratar doentes com cancro urotelial avançado tratados previamente», afirma Roger Dansey, vice-presidente sénior de Desenvolvimento Clínico Global Oncologia da MSD.

«Houve uma redução de 27% no risco de morte em doentes tratados com pembrolizumab em comparação com quimioterapia (SG, HR = 0,73, valor de p: 0,0022)», revela um comunicado da MSD 

«Estes dados somam-se ao crescente corpo de provas do nosso programa de desenvolvimento clínico para pembrolizumab numa série de cancros, incluindo o cancro urotelial avançado», sublinha ainda o responsável.

16tm51e
19 de Dezembro de 2016
1651Pub2f16tm51E

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 17.10.2019

Investigação portuguesa comprova impacto da redução do consumo de sal na sa...

Um estudo inédito em Portugal concluiu que «a diminuição da ingestão de sal e o aumento da ingestão...

por Teresa Mendes | 17.10.2019

 Morrem prematuramente em Portugal quase 6 mil pessoas devido à poluição

Em 2016, morreram prematuramente em Portugal quase 6 mil pessoas devido à poluição do ar. A conclusã...

por Teresa Mendes | 17.10.2019

 USF modelo B: Regime retributivo «deve ser alargado a todos os profissiona...

O Conselho Consultivo da Associação Nacional das Unidades de Saúde Familiar (USF-AN) considera, no q...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

 Médicos contestam manutenção de Marta Temido na pasta da Saúde

Após um ano marcado pela contestação, Marta Temido vê o seu mandato como ministra da Saúde renovado...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

 Hospitais que criarem mais pagamentos em atraso devem ser auditados

O economista Pedro Pita Barros sugere ao novo Governo, prestes a iniciar funções, que passe a public...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

Festival Mental 2019 é já em novembro, em Lisboa e Porto

Lisboa e Porto vão poder assistir ao Festival Mental em novembro.<br /> A inauguração é no dia 1 e...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.