SNS com saldo negativo de 16,9 milhões de euros

27.02.2017

Dados da execução orçamental relativa a janeiro
Em janeiro, o saldo do Serviço Nacional de Saúde (SNS) foi de 16,9 milhões de euros negativos, representando um agravamento de 31,8 milhões de euros face ao período homólogo.
De acordo com o relatório da Direção-Geral do Orçamento (DGO), a execução financeira do SNS apresentou aumentos de 1,7% na receita e de 6,5% na despesa.

A variação positiva na receita resultou, essencialmente, do acréscimo das taxas moderadoras (41,1%) e das transferências correntes (1,9%, cerca de 12,3 milhões de euros), verificando-se em sentido inverso, uma redução na rubrica de outras receitas correntes (-39,8%) com origem no Orçamento do Estado (10,8 milhões de euros). 

Já o aumento na despesa ficou a dever-se, maioritariamente, a fornecimentos e serviços externos (6,2%), despesas com pessoal (4,8%) e aquisição de bens (14,4%), explicando a DGO que «a evolução das despesas com pessoal reflete os efeitos decorrentes da reversão gradual da redução remuneratória na Administração Pública e da evolução do número de efetivos no SNS». Relativamente à despesa relacionada com fornecimentos e serviços externos, o relatório destaca o «aumento dos encargos com os Hospitais em Parceria Público-Privada (PPP) (18,7%)».

Em janeiro, o saldo do Serviço Nacional de Saúde (SNS) foi de 16,9 milhões de euros negativos, representando um agravamento de 31,8 milhões de euros face ao período homólogo 

No que diz respeito aos pagamentos em atraso das entidades públicas, a DGO regista um aumento de 69 milhões de euros nos Hospitais EPE face a dezembro de 2016.

O relatório está disponível aqui

17tm09d
27 de Fevereiro de 2017
1709Pub2f17tm09D

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 23.01.2020

 «Day at the Cath Lab»

 A Unidade de Hemodinâmica e Intervenção Cardiovascular (UHICV) do Hospital de Santo André (Centro H...

por Teresa Mendes | 23.01.2020

 Deixar de fumar um mês antes de uma cirurgia permite melhor recuperação

Os fumadores que deixem de fumar pelo menos um mês antes de uma cirurgia têm menores probabilidades...

23.01.2020

Coronavírus: Portugal activa os dispositivos de saúde pública de prevenção

Portugal já ativou os dispositivos de saúde pública de prevenção ao coronavírus proveniente da China...

por Teresa Mendes | 23.01.2020

Nomeados os membros da Direção da Competência em Ecografia Obstétrica Difer...

Diferenciada  Já estão nomeados todos os membros da Direção do Colégio da Competência em Ecografia O...

por Teresa Mendes | 22.01.2020

Hospitalização domiciliária no CHULN arranca em fevereiro

A partir de 3 de fevereiro, o Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Norte (CHULN) vai começar a...

por Teresa Mendes | 22.01.2020

 Hospital de S. João implanta dispositivo inovador em doentes com Parkinson

O Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ) implantou esta terça-feira um dispositivo médi...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.