«A UE está preparada para eliminar o VHC até 2030»

por Teresa Mendes | foto de "DR" | 16.03.2017

Estudo conduzido por 115 colaboradores da UE
Um estudo publicado na revista The Lancet Gastroenterology & Hepatology, conduzido por 115 colaboradores da União Europeia na área da hepatite C, concluiu que «a UE está preparada para eliminar o VHC até 2030», um dos objetivos da Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Contudo, a equipa de investigadores alerta que «para atingir esse objetivo é essencial a expansão dos programas de rastreio», bem como «um esforço de união, fundamentado em evidências epidemiológicas sólidas».

A investigação, denominada «Hepatitis C virus prevalence and level of intervention required to achieve the WHO targets for elimination in the European Union by 2030: a modelling study», avaliou a prevalência de VHC na UE e o nível de intervenção necessário para atingir os objetivos da OMS para a eliminação do vírus.

Segundo os autores, para atingir as metas da OMS, «o acesso sem restrições aos tratamentos precisa de aumentar dos 150 mil pacientes, em 2015, para 187 mil, em 2025, e o diagnóstico precisaria de aumentar dos 88 800 mil novos casos anuais, em 2015, para 180 mil em 2025.


Para atingir as metas da OMS, «o acesso sem restrições aos tratamentos precisa de aumentar dos 150 mil pacientes, em 2015, para 187 mil, em 2025, e o diagnóstico precisaria de aumentar dos 88 800 mil novos casos anuais, em 2015, para 180 mil em 2025» 

Recorde-se que os objetivos da OMS são alcançar uma redução de 65% nas mortes relacionadas com a doença, uma redução de 90% das novas infeções virais por hepatite e 90 % de doentes com infeções por hepatite viral diagnosticados até 2030.

O estudo está disponível aqui

17tm11o
16 de Março de 2017
1711Pub5f17tm11O

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

19.06.2019

Texto da nova Lei de Bases da Saúde fica sem referências às PPP

O grupo de trabalho que discute a nova Lei de Bases da Saúde no Parlamento chumbou esta terça-feira...

por Teresa Mendes | 19.06.2019

 «Na saúde não chega fazer muito... tem que se fazer bem»

«O sistema de saúde é complexo e não pode ser objeto de intervenções pouco pensadas, sujeitas a imed...

por Teresa Mendes | 19.06.2019

 7.ª Edição do Prémio Maria José Nogueira Pinto conta com mais de 100 candi...

São mais de 100 as candidaturas recebidas pelo comité da 7.ª Edição do Prémio Maria José Nogueira Pi...

por Teresa Mendes | 19.06.2019

 «Beyond Cervical Cancer» é o mote do «HPV Clinical Cases»

A MSD Portugal está a promover o «HPV Clinical Cases», uma iniciativa que tem como objetivo «reunir,...

por Teresa Mendes | 18.06.2019

Aumento da mortalidade materna e infantil são reflexo da falta de especiali...

A Ordem dos Médicos (OM) defende a necessidade de alterar urgentemente a forma e os prazos dos concu...

por Teresa Mendes | 18.06.2019

 Candidaturas ao Prémio Nacional de Saúde 2019 abertas até 30 de junho

Decorrem, até 30 de junho, as candidaturas Prémio Nacional de Saúde 2019.<br /> Este galardão atrib...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.