«A UE está preparada para eliminar o VHC até 2030»

por Teresa Mendes | foto de "DR" | 16.03.2017

Estudo conduzido por 115 colaboradores da UE
Um estudo publicado na revista The Lancet Gastroenterology & Hepatology, conduzido por 115 colaboradores da União Europeia na área da hepatite C, concluiu que «a UE está preparada para eliminar o VHC até 2030», um dos objetivos da Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Contudo, a equipa de investigadores alerta que «para atingir esse objetivo é essencial a expansão dos programas de rastreio», bem como «um esforço de união, fundamentado em evidências epidemiológicas sólidas».

A investigação, denominada «Hepatitis C virus prevalence and level of intervention required to achieve the WHO targets for elimination in the European Union by 2030: a modelling study», avaliou a prevalência de VHC na UE e o nível de intervenção necessário para atingir os objetivos da OMS para a eliminação do vírus.

Segundo os autores, para atingir as metas da OMS, «o acesso sem restrições aos tratamentos precisa de aumentar dos 150 mil pacientes, em 2015, para 187 mil, em 2025, e o diagnóstico precisaria de aumentar dos 88 800 mil novos casos anuais, em 2015, para 180 mil em 2025.


Para atingir as metas da OMS, «o acesso sem restrições aos tratamentos precisa de aumentar dos 150 mil pacientes, em 2015, para 187 mil, em 2025, e o diagnóstico precisaria de aumentar dos 88 800 mil novos casos anuais, em 2015, para 180 mil em 2025» 

Recorde-se que os objetivos da OMS são alcançar uma redução de 65% nas mortes relacionadas com a doença, uma redução de 90% das novas infeções virais por hepatite e 90 % de doentes com infeções por hepatite viral diagnosticados até 2030.

O estudo está disponível aqui

17tm11o
16 de Março de 2017
1711Pub5f17tm11O

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 17.10.2019

Investigação portuguesa comprova impacto da redução do consumo de sal na sa...

Um estudo inédito em Portugal concluiu que «a diminuição da ingestão de sal e o aumento da ingestão...

por Teresa Mendes | 17.10.2019

 Morrem prematuramente em Portugal quase 6 mil pessoas devido à poluição

Em 2016, morreram prematuramente em Portugal quase 6 mil pessoas devido à poluição do ar. A conclusã...

por Teresa Mendes | 17.10.2019

 USF modelo B: Regime retributivo «deve ser alargado a todos os profissiona...

O Conselho Consultivo da Associação Nacional das Unidades de Saúde Familiar (USF-AN) considera, no q...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

 Médicos contestam manutenção de Marta Temido na pasta da Saúde

Após um ano marcado pela contestação, Marta Temido vê o seu mandato como ministra da Saúde renovado...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

 Hospitais que criarem mais pagamentos em atraso devem ser auditados

O economista Pedro Pita Barros sugere ao novo Governo, prestes a iniciar funções, que passe a public...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

Festival Mental 2019 é já em novembro, em Lisboa e Porto

Lisboa e Porto vão poder assistir ao Festival Mental em novembro.<br /> A inauguração é no dia 1 e...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.