Portugal está mais feliz

foto de "DR" | 20.03.2017

Ranking 2017 da felicidade mundial das Nações Unidas
No Dia Internacional da Felicidade, assinalado hoje, o relatório de 2017 das Nações Unidas sobre a felicidade mundial, coloca a Noruega como o país mais feliz do mundo, ultrapassando a Dinamarca. Portugal também está mais feliz, tendo subido 5 lugares no ranking, ocupando agora a 89.ª posição numa lista de 155 países.

De salientar que os países nórdicos ocupam cinco das dez primeiras posições. Depois da Noruega e Dinamarca, seguem-se a Islândia, Suíça, Finlândia, Holanda, Canadá, Nova Zelândia, Austrália e Suécia como os países onde há mais confiança social, igualdade e bem-estar dos respetivos cidadãos.
Nos últimos lugares estão o Sudão, Guiné, Libéria, Ruanda, Tanzânia, Burundi e a República Central Africana.

«Os países mais felizes são aqueles em que existe um equilíbrio saudável na prosperidade e um alto capital social, o que leva a uma confiança na sociedade, baixos níveis de desigualdade e confiança no governo», refere o documento.

Recorde-se que os fatores analisados para definir o índice de felicidade de cada país são o PIB per capita, a expetativa de anos de vida saudável, o apoio social da comunidade, a confiança - medida através da perceção de corrupção -, a liberdade para tomar decisões e ainda a generosidade.

«Felicidade pega-se»

Em Portugal, para assinalar o Dia Internacional da Felicidade, a Agência para a Modernização Administrativa lançou a campanha «Felicidade é bem-estar e pega-se. Pegue na sua e partilhe connosco.
Nós pegamos nela e partilhamos com todos!»

O objetivo é incentivar utentes e profissionais a registarem experiências positivas no âmbito do serviço público, neste caso o Serviço Nacional de Saúde.

O relatório de 2017 das Nações Unidas sobre a felicidade mundial, coloca a Noruega como o país mais feliz do mundo, ultrapassando a Dinamarca. Portugal também está mais feliz, tendo subido 5 lugares no ranking, ocupando agora a 89.ª posição numa lista de 155 países

Mais informações aqui

17tm12A
20 de Março de 2017
1712Pub2f17tm12A

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 14.08.2019

Equipas  realizaram 1011 visitas ao domicílio e avaliaram 154 doentes

Desde que entraram em funcionamento, a 3 de junho, as equipas de hospitalização domiciliária das Uni...

por Teresa Mendes | 17.08.2019

Comissão Europeia lança apelo para encontrar especialistas na área de eHeal...

A Comissão Europeia (CE) lançou um apelo à manifestação de interesse no domínio da Saúde, com o obje...

por Teresa Mendes | 17.08.2019

 Médicos têm nova norma sobre diagnóstico e prevenção da carência de vitami...

 A Direção-Geral da Saúde (DGS) e a Ordem dos Médicos (OM) elaboraram uma nova norma sobre as boas p...

17.08.2019

 Detectados 54 casos de mutilação genital feminina nos primeiros seis meses...

De janeiro a junho deste ano foram detetados 54 casos de mutilação genital feminina, quase tantos co...

por Teresa Mendes | 17.08.2019

«Morte cerebral e estado vegetativo persistente: Conceitos inconfundíveis»

No próximo dia 27 de setembro, pelas 18h30, na sede do Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médic...

por Teresa Mendes | 15.08.2019

Dia da FMUL é assinalado no próximo dia 16 de setembro

No próximo dia 16 de setembro, a Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (FMUL) comemora o 7...

por Teresa Mendes | 13.08.2019

 Cerca de 1200 médicos podem ficar sem acesso à especialidade este ano

 A Associação de Médicos pela Formação Especializada (AMPFE) estima que este ano, o número de médico...

por Teresa Mendes | 13.08.2019

 Dívida dos hospitais aos laboratórios em rota ascendente

 A dívida dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) à indústria farmacêutica prossegue a sua...

por Teresa Mendes | 12.08.2019

Francisco Ramos propõe cortes nas deduções fiscais para financiar o SNS

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde propõe a redução das deduções no IRS como forma de financi...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.