Comissão Europeia aprovou Isentress® (raltegravir) 600 mg

foto de "DR" | 01.08.2017

Tratamento da infeção VIH-1 da MSD

A Comissão Europeia aprovou Isentress® (raltegravir) 600 mg, que vem permitir uma nova dose diária de 1200 mg de agente inibidor da transferência da cadeia da integrase, para administração oral de dois comprimidos de 600 mg revestidos por película, com ou sem alimentos, em associação com outros medicamentos anti retrovíricos, para o tratamento da infeção VIH-1 em adultos e doentes pediátricos.

A aprovação permite a comercialização de Isentress® (raltegravir) 600 mg de uma dose diária em 28 países membros da União Europeia, tal como a membros da Área Económica Europeia, Islândia, Liechtenstein e Noruega, em doentes com tratamento prévio ou cujo vírus foi virologicamente suprimido num regime inicial de Isentress de 400 mg duas vezes por dia. 

«A introdução de Isentress® 600 mg oferece aos médicos uma nova opção de tratamento que fornece um perfil de eficácia e segurança semelhante em 48 semanas com o Isentress duas vezes por dia, agora numa apresentação mais cómoda de uma dose diária», salienta um comunicado da farmacêutica, que sublinha que «esta aprovação de uma dose diária é uma ótima notícia para doentes que vivem com VIH e que procuram um regime de tratamento simplificado».

Recorde-se que a aprovação de Isentress® 600 mg é suportada pelos resultados do ensaio clínico inicial de fase 3 ONCEMRK. Na semana 48 do estudo, 88,9% (472/531) dos doentes sem tratamento prévio, infetados por VIH-1 que estavam sob uma dose diária de 1200 mg de Isentress 600 mg (2 x 600 mg) alcançaram supressão viral de VIH-1 RNA <40 cópias/ml, em comparação com os 88,3% (235/266) dos doentes que estavam sob Isentress 400 mg duas vezes por dia, ambos em combinação com emtricitabina e tenofovir diproxil fumarato com uma diferença de tratamento de 0,5% (95 doentes com intervalo de confiança de -4.2, 5.2).

«A introdução de Isentress® 600 mg oferece aos médicos uma nova opção de tratamento que fornece um perfil de eficácia e segurança semelhante em 48 semanas com o Isentress duas vezes por dia, agora numa apresentação mais cómoda de uma dose diária» 

Esta diferença foi consistente em vários grupos demográficos em inicio de terapêutica e a uma variedade de doentes, incluindo aqueles com carga viral elevada (VIH-1 RNA> 100,000 cópias/mL).

17tm32F
01 de Agosto de 2017
1730Pub3f17tm32F

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 26.05.2020

Covid-19: Hospitais de campanha ficam isentos do pagamento da taxa à ERS

O Governo já decidiu: Os hospitais de campanha, criados no âmbito da resposta à epidemia por SARS-Co...

por Teresa Mendes | 26.05.2020

SPEDM defende inclusão da análise à função tiroideia no rastreio da mulher...

O Grupo de Estudos da Tiroide (GET) da Sociedade Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolism...

por Teresa Mendes | 26.05.2020

Fundação Portuguesa de Cardiologia apela à demonstração de afetos virtuais 

 Campanha inserida no mês dedicado à sensibilização para as doenças do coração<br /> Fundação Portu...

25.05.2020

Governo avalia incentivos financeiros para recuperar atos médicos cancelado...

A ministra da Saúde adiantou este sábado que o Governo está a estudar incentivos financeiros que per...

por Teresa Mendes | 25.05.2020

Insa promove estudo sobre saúde mental e bem-estar em tempos de pandemia 

 O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (Insa) está a promover um estudo para avaliar o...

por Teresa Mendes | 25.05.2020

Quase 20% dos doentes com Covid-19 recuperados permanecem internados 

 Quase 20% dos doentes com Covid-19 recuperados permanecem internados por falta de resposta social....

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.