«Existe uma indignação muito forte por parte dos médicos»

20.09.2017

Sindicatos anunciam greves rotativas, paralisação nacional e concentração em Lisboa
Greves rotativas pelo país, uma paralisação nacional e uma concentração em Lisboa são algumas das formas de luta que os médicos admitem para a segunda semana de outubro. A decisão foi tomada na primeira das reuniões gerais de médicos, que decorreu esta terça-feira, em Lisboa. 

Segundo Mário Jorge Neves, presidente da Federação Nacional de Médicos (Fnam), «existe uma predisposição muito forte e uma indignação muito forte por parte dos médicos para enveredarem por formas de luta».

O dirigente sindical especificou que as formas de luta passam por «greves rotativas pelas várias zonas do país em semanas sucessivas, a culminar numa greve nacional com concentração em frente ano Ministério da Saúde».

«Vamos respeitar escrupulosamente o compromisso que assumimos de manter viável o período de negociação até ao final do mês. A partir daí, se não houver uma atitude sensata, realista e até coerente da parte do Governo em repor medidas que estavam em vigor antes da entrada da troika no nosso país, estão em causa as mesmas situações que estiveram no desenlace da greve de maio», avisa Mário Jorge Neves.

Mário Jorge Neves especificou que as formas de luta passam por «greves rotativas pelas várias zonas do país em semanas sucessivas, a culminar numa greve nacional com concentração em frente ano Ministério da Saúde» 

Os médicos reivindicam uma diminuição da lista de utentes por médico de família, a limitação do trabalho suplementar a 150 horas anuais, em vez das atuais 200, e a imposição de um limite de 12 horas de trabalho em serviço de urgência.

17tm40i
20 de Setembro de 2017
1740Pub4f17tm40i

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 23.01.2020

 «Day at the Cath Lab»

 A Unidade de Hemodinâmica e Intervenção Cardiovascular (UHICV) do Hospital de Santo André (Centro H...

por Teresa Mendes | 23.01.2020

 Deixar de fumar um mês antes de uma cirurgia permite melhor recuperação

Os fumadores que deixem de fumar pelo menos um mês antes de uma cirurgia têm menores probabilidades...

23.01.2020

Coronavírus: Portugal activa os dispositivos de saúde pública de prevenção

Portugal já ativou os dispositivos de saúde pública de prevenção ao coronavírus proveniente da China...

por Teresa Mendes | 23.01.2020

Nomeados os membros da Direção da Competência em Ecografia Obstétrica Difer...

Diferenciada  Já estão nomeados todos os membros da Direção do Colégio da Competência em Ecografia O...

por Teresa Mendes | 22.01.2020

 Hospital de S. João implanta dispositivo inovador em doentes com Parkinson

O Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ) implantou esta terça-feira um dispositivo médi...

por Teresa Mendes | 22.01.2020

 Sindicato denuncia falta de recursos humanos nas maternidades de Coimbra

 O Sindicato dos Médicos da Zona Centro (SMZC) considerou esta terça-feira, após uma visita às mater...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.