Doentes paliativos e referenciados por ações de rastreio isentos do pagamento de taxas moderadoras

11.10.2017

Medida entra em vigor no próximo mês
 A partir do dia 1 de novembro, os doentes que necessitem de cuidados paliativos e os utentes referenciados para consultas em ações de rastreio vão ficar isentos do pagamento de taxas moderadoras.

A medida já anunciada foi agora formalmente publicada no Diário da República, estabelecendo a nova legislação que, para além dos atos médicos dirigidos aos pacientes paliativos, passam a estar isentos do pagamento de taxas moderadoras as consultas e atos complementares de diagnóstico e terapêutica, realizados no decurso de rastreios de base populacional, rastreios de infeções VIH/SIDA, hepatites, tuberculose pulmonar e doenças sexualmente transmissíveis, de programas de diagnóstico precoce e de diagnóstico neonatal.

Ficam também isentos do pagamento cuidados de saúde, no âmbito da profilaxia pré-exposição para o VIH, promovidos no âmbito dos programas de prevenção da Direção-Geral da Saúde.

A partir do dia 1 de novembro, os doentes que necessitem de cuidados paliativos e os utentes referenciados para consultas em ações de rastreio vão ficar isentos do pagamento de taxas moderadoras 

As alterações agora publicadas pretendem «contribuir para uma maior justiça social», lê-se no diploma disponível para consulta aqui

17tm43K
11 de Outubro de 2017
1743Pub4f17tm43K

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

13.12.2017

«Ver o interior do corpo: a Física em Auxílio da Medicina» 

O cientista Carlos Fiolhais é o convidado da primeira sessão clínica do Centro Hospitalar e Universi...

13.12.2017

Manuel Delgado sai do Governo e Paula Brito e Costa da Raríssimas

Rosa Augusta Valente de Matos Zorrinho, de 53 anos, até agora na presidência da Administração Region...

13.12.2017

Cancro da mama: Grupos parlamentares apoiam oito recomendações da Sociedade...

Os grupos parlamentares do PSD, PS e CDS-PP assinaram esta terça-feira um documento com oito recomen...

12.12.2017

Excesso de peso na adolescência aumenta risco cardiovascular no futuro

Um estudo, que mostrou que o excesso de peso na adolescência aumenta o risco cardiovascular em adult...

11.12.2017

OMS lança Observatório Global de Demências 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que os atuais 50 milhões de doentes com demências aument...

11.12.2017

Infarmed celebra 25 anos 

A Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed) vai assinalar o seu 25.º aniversário numa cerimónia...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.