Doentes paliativos e referenciados por ações de rastreio isentos do pagamento de taxas moderadoras

11.10.2017

Medida entra em vigor no próximo mês
 A partir do dia 1 de novembro, os doentes que necessitem de cuidados paliativos e os utentes referenciados para consultas em ações de rastreio vão ficar isentos do pagamento de taxas moderadoras.

A medida já anunciada foi agora formalmente publicada no Diário da República, estabelecendo a nova legislação que, para além dos atos médicos dirigidos aos pacientes paliativos, passam a estar isentos do pagamento de taxas moderadoras as consultas e atos complementares de diagnóstico e terapêutica, realizados no decurso de rastreios de base populacional, rastreios de infeções VIH/SIDA, hepatites, tuberculose pulmonar e doenças sexualmente transmissíveis, de programas de diagnóstico precoce e de diagnóstico neonatal.

Ficam também isentos do pagamento cuidados de saúde, no âmbito da profilaxia pré-exposição para o VIH, promovidos no âmbito dos programas de prevenção da Direção-Geral da Saúde.

A partir do dia 1 de novembro, os doentes que necessitem de cuidados paliativos e os utentes referenciados para consultas em ações de rastreio vão ficar isentos do pagamento de taxas moderadoras 

As alterações agora publicadas pretendem «contribuir para uma maior justiça social», lê-se no diploma disponível para consulta aqui

17tm43K
11 de Outubro de 2017
1743Pub4f17tm43K

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

20.06.2018

OM Pharma, do Grupo Vifor Pharma, inaugura nova fábrica em Alfragide

Foi   inaugurada a nova fábrica da OM Pharma, localizada em Alfragide (Amadora), implementada com um...

por Teresa Mendes | 20.06.2018

Tutela garante que vai contratar pelo menos 2 mil novos profissionais

O Ministério da Saúde diz ter «fechado um plano» para compensar a passagem das 40 para as 35 horas s...

por Teresa Mendes | 20.06.2018

«Queremos taxas moderadoras inteligentes»

«Queremos taxas moderadores inteligentes, que sejam capazes de acompanhar e de constituir um instrum...

20.06.2018

A «prudência» do ministro versus a urgência do bastonário

Ordem dos Médicos e Ministério da Saúde têm leituras das conclusões do Relatório Primavera 2018.<br...

19.06.2018

Peritos apresentam estratégias para sensibilizar doentes de risco cardiovas...

A Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH) organiza, no próximo dia 30 de junho, na Faculdade Ferna...

19.06.2018

Infarmed aprovou 111 medicamentos inovadores nos últimos dois anos

A Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed) aprovou nos últimos dois anos 11...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.