«80 a 90%» dos Médicos do Norte aderiram à greve

12.10.2017

Paralisação fechou todos os blocos operatórios dos três hospitais do distrito de Bragança
A greve dos médicos da região norte, que decorreu esta quarta-feira, fechou hoje todos os blocos operatórios dos três hospitais do distrito de Bragança, com o cancelamento de 22 cirurgias, segundo a sindicalista Isabel Fernandes.
O secretário-geral do Sindicato Independente dos Médicos, Jorge Roque da Cunha, avançou com números gerais de adesão entre «os 80 e os 90%».

Presente no Hospital de Pedro Hispano, em Matosinhos, o dirigente sindical informou ainda que, naquela unidade, «apenas uma sala do bloco operatório estava a funcionar, com um doente oncológico».

«As cirurgias em Viana do Castelo não estão a funcionar, no Hospital de São João estão a funcionar apenas duas, de onze, e no geral os centros de saúde estão com uma adesão entre os 80 e 90%», acrescentou.

Estes números, revelam, para Roque da Cunha, que «os médicos estão descontentes e concordam com esta decisão dos sindicatos de avançar com esta greve». 

«Aguardamos que esta manifestação de descontentamento dos médicos faça com o Ministério da Saúde negoceie de uma forma séria e faça aquilo que tem de fazer que é apresentar uma contraproposta correta», sublinhou.

«Aguardamos que esta manifestação de descontentamento dos médicos faça com o Ministério da Saúde negoceie de uma forma séria e faça aquilo que tem de fazer que é apresentar uma contraproposta correta», sublinhou Roque da Cunha 

Segue-se na próxima semana, a paralisação dos médicos na região Centro.
Na semana seguinte a greve acontece na zona Sul e dia 8 de novembro, greve nacional.

17tm43P
12 de Outubro de 2017
1743Pub5f17tm43P

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 24.09.2018

Abertas as candidaturas ao Prémio Artur Santos Silva da LPCC

Estão abertas, até ao próximo dia 19 de outubro, as candidaturas ao Prémio Nacional de Oncologia da...

24.09.2018

 Governo quer aumentar taxa sobre o açúcar nos refrigerantes

A taxa máxima do imposto sobre o açúcar nos refrigerantes pode aumentar de 16 para 20 euros por cada...

por Teresa Mendes | 21.09.2018

7.ª Reunião da Vigilância Epidemiológica da Gripe em Portugal

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (Insa), em colaboração com a Direção-Geral da Saú...

por Teresa Mendes | 21.09.2018

 «Acesso à saúde é caro e tem de ser pago», alerta Teodora Cardoso

A presidente do Conselho das Finanças Públicas (CFP) alertou esta quinta-feira para a necessidade do...

por Teresa Mendes | 20.09.2018

 Portugueses têm «importantes lacunas no conhecimento sobre a doença cardio...

Um estudo publicado na mais recente edição da Revista Portuguesa de Cardiologia conclui que existem...

20.09.2018

 CE aprova Keytruda® em combinação com pemetrexedo e quimioterapia como 1.ª...

A MSD anunciou que a Comissão Europeia (CE) aprovou pembrolizumab (Keytruda®) em combinação com peme...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.