Empresas de dispositivos médicos vão passar a pagar contribuição extraordinária

12.10.2017

Medida inscrita na proposta de Orçamento do Estado para 2018
1As empresas de dispositivos médicos vão passar a pagar uma contribuição extraordinária de 2,5 a 7,5%. Também o imposto sobre as bebidas açucaradas, cerveja, espirituosas e licores deverá subir até 1,5%.

Estas são algumas das medidas previstas para a área da Saúde na versão preliminar da proposta de Orçamento do Estado, que será apresentada nesta sexta-feira no Parlamento.

De acordo com o documento, a contribuição do sector dos dispositivos médicos tem por objetivo «garantir a sustentabilidade do SNS».
Estão sujeitos a esta contribuição as empresas, fabricantes, intermediários, distribuidores ou comercializadores que faturem ao Serviço Nacional de Saúde o fornecimento de dispositivos médicos e reagentes.

«A contribuição incide sobre o valor das faturas de aquisições de dispositivos médicos pagos por entidades do SNS, deduzido do IVA», pode ler-se na versão preliminar da proposta de Orçamento do Estado.

Os dispositivos médicos com preço unitário até 50 euros terão uma contribuição de 2,5%, os de 50 a 100 euros contribuem com 3,5%, os de 100 a mil euros têm uma contribuição de 5,5% e os que custem como preço unitário mais de mil euros contribuem com 7,5 %.

Esta contribuição é para vigorar a partir de janeiro de 2018, sendo que os preços dos dispositivos médicos não podem ser superiores aos preços praticados durante o ano de 2017.

Ficarão isentas as entidades adiram a acordos celebrados com o Estado para definir valores máximos de despesa pública com a compra de dispositivos médicos e de reagentes, à semelhança dos que existem para a indústria farmacêutica.

Bebidas mais taxadas

O Governo quer aumentar até 1,5% o imposto a pagar nos refrigerantes e definir uma nova reforma de taxar os concentrados em 2018, também consoante o grau de açúcar.

De acordo com proposta de Orçamento, o Executivo pretende taxar a 8,34 euros por hectolitro (100 litros) as bebidas cujo teor de açúcar seja inferior a 80 gramas por litro e a 16,69 euros por hectolitro as bebidas cujo teor de açúcar seja igual ou superior a 80 gramas por litro.

As empresas de dispositivos médicos vão passar a pagar uma contribuição extraordinária de 2,5 a 7,5%. 
Também o imposto sobre as bebidas açucaradas, cerveja, espirituosas e licores deverá subir até 1,5% 

O imposto sobre a cerveja, as bebidas espirituosas e os vinhos licorosos vai também voltar a subir em 2018, mas em torno de 1,5%, quando este ano o aumento foi de 3%.
As cervejas vão passar a pagar um imposto que começa nos 8,34 euros por hectolitro para os volumes de álcool mais baixos e que vai até aos 29,30 euros por hectolitro no caso dos volumes de álcool mais elevados.

No caso das bebidas espirituosas, a taxa de imposto aplicável também vai sofrer um aumento, mas de 1,4%, passando dos 1.367,78 euros por hectolitro atualmente em vigor para os 1.386,93 euros por hectolitro em 2018.

17tm43N
12 de Outubro de 2017
1743Pub5f17tm43N

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 24.09.2018

Abertas as candidaturas ao Prémio Artur Santos Silva da LPCC

Estão abertas, até ao próximo dia 19 de outubro, as candidaturas ao Prémio Nacional de Oncologia da...

por Teresa Mendes | 21.09.2018

7.ª Reunião da Vigilância Epidemiológica da Gripe em Portugal

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (Insa), em colaboração com a Direção-Geral da Saú...

por Teresa Mendes | 21.09.2018

 «Acesso à saúde é caro e tem de ser pago», alerta Teodora Cardoso

A presidente do Conselho das Finanças Públicas (CFP) alertou esta quinta-feira para a necessidade do...

por Teresa Mendes | 20.09.2018

 Portugueses têm «importantes lacunas no conhecimento sobre a doença cardio...

Um estudo publicado na mais recente edição da Revista Portuguesa de Cardiologia conclui que existem...

20.09.2018

 CE aprova Keytruda® em combinação com pemetrexedo e quimioterapia como 1.ª...

A MSD anunciou que a Comissão Europeia (CE) aprovou pembrolizumab (Keytruda®) em combinação com peme...

por Teresa Mendes | 20.09.2018

Governo autoriza concurso para o Centro Pediátrico do Hospital de São João

O conselho de administração do Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ) foi autorizado pe...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.