Taxa de vacinação está a ser inferior este ano

18.10.2017

Menos de 30% dos portugueses acima dos 65 anos vacinados
Segundo dados da mais recente edição do «Vacinómetro», a taxa de vacinação contra a gripe está a ser inferior ao registado no mesmo período do ano passado.
Até ao dia 17 de outubro, apenas 27,7% dos portugueses com mais de 65 anos de idade já tinham sido vacinados, uma percentagem 10% mais baixa quando comparada com as coberturas obtidas nesta faixa etária nas três últimas épocas vacinais.

Esta diminuição pode ser «explicada pelas condições ambientais, com temperaturas mais elevadas que têm sido registadas neste outono», refere o comunicado que divulga os primeiros dados do «Vacinómetro», que permite monitorizar em tempo real, a taxa de cobertura da vacinação contra a gripe em grupos prioritários recomendados pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

A taxa de vacinação aferida para as pessoas entre os 60 e os 64 anos de idade era de 14,5%, sendo de 22% entre os indivíduos portadores de doenças crónicas e de 19,3% entre os profissionais de saúde com contacto direto com doentes.

Um total de 54,4% da amostra referiu ter-se vacinado por recomendação expressa do seu médico, enquanto 25,6% dos inquiridos disseram ter-se vacinado por iniciativa própria.

Refira-se que na população total vacinada (excluindo profissionais de saúde em contacto com doentes), 69,7% dos vacinados receberam gratuitamente a vacina no seu centro de saúde e 29,1% compraram-na numa farmácia.

Os responsáveis pelo projeto chegaram ainda à conclusão de que, no universo da população não vacinada, 49,1% dos doentes crónicos e 54,2% dos indivíduos com mais de 65 anos de idade manifestam a intenção de se vacinarem mais adiante.

É importante também referir que na população diabética estudada, a percentagem de indivíduos vacinados é de apenas 30,7%.

Segundo dados da mais recente edição do «Vacinómetro», a taxa de vacinação contra a gripe está a ser inferior ao registado no mesmo período do ano passado 

Os próximos resultados intercalares do «Vacinómetro» serão conhecidos no início de novembro.

17tm44L
18 de Outubro de 2017
1744Pub4f17tm44L

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 24.06.2019

ANEM acusa Marta Temido de «enorme distanciamento da realidade»

A Associação Nacional dos Estudantes de Medicina (ANEM) «condena veementemente», numa carta aberta,...

por Teresa Mendes | 24.06.2019

Apifarma contra novas orientações para estudos de avaliação económica

A Apifarma está «veementemente» contra a proposta do Infarmed para alteração das Orientações Metodol...

por Teresa Mendes | 24.06.2019

 Taxas moderadoras nos centros de saúde vão acabar, mas de forma faseada

O fim das taxas moderadoras nos centros de saúde vai ser realizado de uma forma faseada, não entrand...

por Teresa Mendes | 24.06.2019

 «OSTEOGLUTIS» vence 3.ª Edição da Bolsa de Investigação em Mieloma Múltipl...

  «Tackling multiple myeloma by osteoblast cross regulation – OSTEOGLUTIS» é o nome do projeto vence...

por Teresa Mendes | 21.06.2019

14 recomendações dos doentes para o SNS

A Convenção Nacional da Saúde (CNS), que juntou mais de 160 instituições do setor, nesta terça-feira...

por Teresa Mendes | 21.06.2019

Campanha da DGS e IPDJ quer inspirar portugueses a praticar exercício físic...

 A Direção-Geral da Saúde (DGS) e o Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), com o apoio...

por Teresa Mendes | 21.06.2019

USF modelo B passam a ter de fundamentar a aprovação da carga horária

O Ministério da Saúde quer combater as diferentes práticas e interpretações, em termos de horários d...

19.06.2019

Texto da nova Lei de Bases da Saúde fica sem referências às PPP

O grupo de trabalho que discute a nova Lei de Bases da Saúde no Parlamento chumbou esta terça-feira...

por Teresa Mendes | 19.06.2019

 7.ª Edição do Prémio Maria José Nogueira Pinto conta com mais de 100 candi...

São mais de 100 as candidaturas recebidas pelo comité da 7.ª Edição do Prémio Maria José Nogueira Pi...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.