«Momento histórico do maior investimento em saúde nos últimos trinta anos», salienta ministro

10.11.2017

Conselho de Ministros autoriza despesa para Hospital de Lisboa Oriental
O Conselho de Ministros (CM) autorizou a despesa para a celebração do contrato de gestão para a conceção, o projeto, a construção, o financiamento, a conservação e a manutenção do Hospital de Lisboa Oriental, em regime de parceria público-privada, sendo a direção clínica e a gestão públicas. 

O concurso internacional será lançado até ao final de 2017, a construção do hospital começará no início de 2019 e a conclusão da obra está prevista até 2022.

Na conferência de Imprensa realizada nesta quinta-feira após a reunião do CM, o ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, afirmou que «este é um momento histórico porque se trata da autorização do lançamento do maior investimento em saúde nos últimos trinta anos».

O responsável salientou ainda que este «é um passo decisivo na reforma estrutural da rede hospitalar da grande Lisboa», lembrando que o hospital vai servir uma população de um milhão de habitantes e irá substituir «velhos edifícios que não têm hoje qualquer condição de adaptabilidade e modernização possível», como os hospitais de São José, de Santa Marta e de Santo António dos Capuchos.

Na conferência de Imprensa realizada após a reunião do CM, o ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, afirmou que «este é um momento histórico porque se trata da autorização do lançamento do maior investimento em saúde nos últimos trinta anos» 

O comunicado  do CM refere que «o Hospital de Lisboa Oriental consubstancia uma iniciativa essencial para a obtenção de ganhos de racionalidade e eficiência no desempenho e funcionamento da rede hospitalar da cidade de Lisboa e que, a médio prazo, gerará importantes benefícios ao nível da modernização da prestação dos cuidados de saúde».

17tm47Q
10 de Novembro de 2017
1747Pub6f17tm47Q

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Elga Freire | 14.10.2018

 Cuidados Paliativos beneficiam doentes crónicos em fases precoces

 Opinião de Elga Freire<br /> <br /> Com o aumento da longevidade, as populações ficam mais envelh...

16.10.2018

Francisco Ramos e Raquel de Melo são os novos secretários de Estado de Mart...

A remodelação do Governo será total no Ministério da Saúde. Para a equipa da nova ministra da Saúde,...

16.10.2018

Estudo revela «enormes diferenças regionais» nas cirurgias à coluna

No Dia Mundial da Coluna, que se assinala esta terça-feira, 16 de outubro, um estudo revela que exis...

por Teresa Mendes | 15.10.2018

 Abertas as candidatura aos «Prémios Maratona da Saúde em Investigação Biom...

Estão abertas as candidaturas aos «Prémios Maratona da Saúde em Investigação Biomédica», uma iniciat...

por Teresa Mendes | 15.10.2018

Programa ajuda médicos e população a tomar decisões criteriosas em saúde

 Os profissionais de saúde e a população portuguesa já podem contar com o programa «Choosing Wisely...

por Teresa Mendes | 15.10.2018

Doentes críticos em risco no Hospital Fernando Fonseca 

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) alerta para a «situação de carência extrema de médicos no...

por Teresa Mendes | 13.10.2018

Dívida dos hospitais às farmacêuticas atinge o valor mais alto de 2018

A dívida total dos hospitais públicos aos laboratórios farmacêuticos atingiu em agosto o valor mais...

11.10.2018

Primeiros testes rápidos são «marco histórico no combate à epidemia» do VIH

«Continuamos em Portugal a diagnosticar os doentes muito tardiamente», alertou o secretário de Estad...

11.10.2018

Maioria dos portugueses diz que saúde não é uma prioridade para o Governo

Três em cada quatro portugueses consideram que a saúde não é uma prioridade para o Governo, apontand...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.