«Momento histórico do maior investimento em saúde nos últimos trinta anos», salienta ministro

10.11.2017

Conselho de Ministros autoriza despesa para Hospital de Lisboa Oriental
O Conselho de Ministros (CM) autorizou a despesa para a celebração do contrato de gestão para a conceção, o projeto, a construção, o financiamento, a conservação e a manutenção do Hospital de Lisboa Oriental, em regime de parceria público-privada, sendo a direção clínica e a gestão públicas. 

O concurso internacional será lançado até ao final de 2017, a construção do hospital começará no início de 2019 e a conclusão da obra está prevista até 2022.

Na conferência de Imprensa realizada nesta quinta-feira após a reunião do CM, o ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, afirmou que «este é um momento histórico porque se trata da autorização do lançamento do maior investimento em saúde nos últimos trinta anos».

O responsável salientou ainda que este «é um passo decisivo na reforma estrutural da rede hospitalar da grande Lisboa», lembrando que o hospital vai servir uma população de um milhão de habitantes e irá substituir «velhos edifícios que não têm hoje qualquer condição de adaptabilidade e modernização possível», como os hospitais de São José, de Santa Marta e de Santo António dos Capuchos.

Na conferência de Imprensa realizada após a reunião do CM, o ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, afirmou que «este é um momento histórico porque se trata da autorização do lançamento do maior investimento em saúde nos últimos trinta anos» 

O comunicado  do CM refere que «o Hospital de Lisboa Oriental consubstancia uma iniciativa essencial para a obtenção de ganhos de racionalidade e eficiência no desempenho e funcionamento da rede hospitalar da cidade de Lisboa e que, a médio prazo, gerará importantes benefícios ao nível da modernização da prestação dos cuidados de saúde».

17tm47Q
10 de Novembro de 2017
1747Pub6f17tm47Q

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

17.11.2017

Aumentou o consumo de antibióticos em Portugal

O consumo de antibióticos voltou a aumentar em Portugal em 2016 pelo terceiro ano consecutivo.<br />...

17.11.2017

ANEM reúne mais de 5000 assinaturas e leva qualidade de formação ao Parlame...

Mais de 150 estudantes de Medicina entregaram no Parlamento, esta quinta-feira, dia da Prova Naciona...

17.11.2017

Tabaco mata uma em cada quatro pessoas entre os 50 e os 59 anos

O consumo de produtos do tabaco rendeu ao Estado 1.515,1 milhões de euros em 2016, mais 24,9% do que...

17.11.2017

GAT disponibiliza teste de VIH e hepatites virais em 30 locais

«Testar. Tratar. Prevenir» é o tema da Semana Europeia do Teste VIH-Hepatites, que começa hoje, dia...

16.11.2017

Profissionais das dependências em «situação de ingovernabilidade»

Numa altura em que a decisão da reativação do Instituto da Droga e da Toxicodependência (IDT) foi ad...

16.11.2017

Disponíveis 2271 vagas para o Internato Médico 2018

A Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS) publicou hoje no Diário da República o mapa de va...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.