Ordens e associações da Saúde exigem reforço de 360 milhões do orçamento para o setor

13.11.2017

Carta enviada aos grupos parlamentares
As ordens dos Médicos e dos Enfermeiros, bem como o Conselho Nacional da Saúde CIP – Confederação Empresarial de Portugal exigem aos grupos parlamentares a aprovação de um aumento de 360 milhões de euros no Orçamento do Ministério da Saúde para 2018, para garantir um mínimo de sustentabilidade no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Numa carta enviada aos grupos parlamentares, defendem que «o mínimo que se entende como razoável é que o peso da transferência orçamental para o Serviço Nacional de Saúde mantenha em 2018 o seu peso no produto interno bruto».

Na carta enviada, os signatários dizem que «os portugueses exigem que se assuma a Saúde como uma prioridade» e que «o mínimo que se entende como razoável é que o peso da transferência orçamental para o Serviço Nacional de Saúde (SNS) mantenha em 2018 o seu peso no produto interno bruto [PIB]».

As ordens dos Médicos e dos Enfermeiros, bem como o Conselho Nacional da Saúde CIP exigem aos grupos parlamentares a aprovação de um aumento de 360 milhões de euros no Orçamento do Ministério da Saúde para 2018, para garantir um mínimo de sustentabilidade no SNS 

«Assim, a dotação orçamental inscrita na proposta de lei do OE/2018 deverá ser majorada em 360 milhões de euros, de modo a garantir que o aumento nominal do PIB para 2018 de 3,6% seja proporcionalmente refletido na dotação orçamental do SNS», lê-se na missiva.

17tm48A
13 de Novembro de 2017
1748Pub2f17tm48A

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 20.07.2018

Maioria dos médicos manifesta apoio aos chefes demissionários do Hospital d...

São já 157 os médicos da Urgência do Hospital de São José, em Lisboa, que assinaram uma carta em apo...

20.07.2018

Médicos sem especialidade podem vir a reforçar INEM

Os médicos que não conseguiram a especialidade por falta de vaga podem vir a reforçar o Instituto Na...

20.07.2018

Trinta e cinco recém-especialistas da região Centro denunciam contexto insu...

Um grupo de 35 recém-especialistas de Medicina Geral e Familiar (MGF) da região Centro alerta para a...

por Teresa Mendes | 19.07.2018

Secretária de Estado da Saúde «lança» projeto Exames Sem Papel

A partir de agosto será feita a massificação da desmaterialização do processo de requisição de meios...

19.07.2018

  Pacotes vão ter menos açúcar em 2020

A partir janeiro de 2020 vão deixar de ser produzidas doses individuais de açúcar que excedam os qua...

por Teresa Mendes | 19.07.2018

Doentes com acesso a canábis medicinal nas farmácias a partir de agosto

A Assembleia da República (AR) publicou esta quarta-feira, a Lei que regula a utilização de medicame...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.