Ministro anuncia injeção de 900 milhões para pagar aos fornecedores e aumentar o capital dos hospitais

por ​Teresa Mendes | 13.11.2017

Até ao final de 2017, mais 500 milhões em Janeiro
«Até ao final do ano vão ser injetados nos hospitais do Serviço Nacional de Saúde 400 milhões de euros para fazer face à dívida em atraso aos fornecedores, bem como 500 milhões de euros para o aumento do capital dos hospitais».

Está ainda previsto um novo reforço de capital de 500 milhões de euros até 2019, anunciou esta segunda-feira o ministro da Saúde no Parlamento, na discussão do Orçamento da Saúde para 2018. 

De acordo com Adalberto Campos Fernandes, será ainda criada uma Unidade de Análise Orçamental desenhada para o efeito, numa iniciativa conjunta entre os Ministérios da Saúde e das Finanças. 

Recorde-se que a dívida em atraso dos SNS à indústria farmacêutica ultrapassou os quatro dígitos, chegando aos 1037,8 milhões de euros em setembro, segundo o mais recente relatório da Apifarma.
São mais 29,6 milhões do que em agosto e mais 229,8 milhões do em janeiro deste ano, atingindo assim o valor mais elevado desde 2014.

«Até ao final do ano vão ser injetados nos hospitais do Serviço Nacional de Saúde 400 milhões de euros para fazer face à dívida em atraso aos fornecedores, bem como 500 milhões de euros para o aumento do capital dos hospitais», anunciou Adalberto Campos Fernandes 

Relativamente à dívida vencida, a mesma aumentou 4,7%, de 761,2 milhões de euros para 796,8 milhões de euros em setembro.

O relatório está disponível para consulta aqui

17tm48B
13 de Novembro de 2017
1748Pub2f17tm48B Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 19.07.2018

Secretária de Estado da Saúde «lança» projeto Exames Sem Papel

A partir de agosto será feita a massificação da desmaterialização do processo de requisição de meios...

19.07.2018

  Pacotes vão ter menos açúcar em 2020

A partir janeiro de 2020 vão deixar de ser produzidas doses individuais de açúcar que excedam os qua...

por Teresa Mendes | 18.07.2018

Doentes paliativos passam a ter direitos consagrados na Lei

As pessoas em contexto de doença avançada e em fim de vida passam a ter direitos consagrados na legi...

por Teresa Mendes | 18.07.2018

«Mudar o Infarmed para o Porto é possível», diz António Araújo

O presidente do Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médicos classificou esta terça-feira de «ego...

por Teresa Mendes | 17.07.2018

Poluição também provoca AVC, alertam especialistas

«Clean Air for Brain Health» é o tema escolhido pela World Federation of Neurology (WFN) para assina...

por Teresa Mendes | 17.07.2018

ANEM publica 4.ª edição das «Cartas a Estudantes de Medicina»

A Associação Nacional dos Estudantes de Medicina (ANEM) publicou a edição de junho das «Cartas a Est...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.