SPMS quer ter visão «On Time» da assiduidade dos profissionais do SNS 

por Teresa Mendes | 14.11.2017

Escalas médicas controladas a partir de abril de 2018
A Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) quer ter uma visão «On Time» da assiduidade dos profissionais do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Uma circular normativa, dirigida a todos os serviços e unidades do SNS, vem reforçar o uso obrigatório do registo biométrico.

Dando cumprimento ao despacho do Ministério da Saúde de 25 de outubro, que determina o uso de sistema de registo biométrico como forma de acompanhamento da assiduidade dos trabalhadores, independentemente do regime de vinculação detido, e de uso obrigatório, a SPMS informa que «a comunicação dos registos deverá ocorrer em espaço temporal mínimo, garantindo uma visão “On Time” da assiduidade do SNS», lê-se na circular emitida hoje

O documento salienta que é da responsabilidade dos hospitais «garantir a correta e atempada comunicação da informação nos sistemas operacionais disponibilizados pela SPMS» e que «as entidades têm que comunicar todos os registos de ponto dos trabalhadores diariamente, independentemente do regime de vinculação».

Esta comunicação à SPMS «deve iniciar-se a partir do dia 1 de janeiro de 2018», determinando ainda o organismo que «a inserção diária de listas de registos de ponto deve enviar todos os registos (novos ou alterados) atualizando a BD sempre que tenha havido qualquer modificação ao registo biométrico de cada trabalhador».

A Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) quer ter uma visão «On Time» da assiduidade dos profissionais do Serviço Nacional de Saúde (SNS). Uma circular normativa, dirigida a todos os serviços e unidades do SNS, vem reforçar o uso obrigatório do registo biométrico 

A SPMS comunica ainda que está a ultimar os requisitos necessários à integração das escalas no registo biométrico, que passam a ser de comunicação obrigatória a partir de 1 de abril de 2018. 

Por fim, todos os registos de trabalho desenvolvido, incluindo o que seja realizado a título de trabalho noturno, extraordinário, prevenção ou chamada devem ser comunicados através de Web Services, já disponíveis no Help online do RHV, a partir de 1 de janeiro de 2018.

17tm48F
14 de Novembro de 2017
1748Pub3f17tm48F

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 15.01.2018

Bastonário ameaça retirar idoneidade formativa ao Departamento de Tórax do...

A Ordem dos Médicos anunciou que vai realizar uma auditoria ao Departamento de Tórax do Centro Hospi...

15.01.2018

Enfermeiros com CIT vão ter regras iguais às da Função Pública a partir de...

Os cerca de 11 mil enfermeiros com Contrato Individual de Trabalho (CIT) vão cumprir, a partir de ju...

15.01.2018

Cerca de 200 médicos especialistas já desistiram de esperar por concursos

Pelo menos 200 dos cerca de 700 médicos que concluíram a especialidade em abril e outubro já saíram...

15.01.2018

Infarmed aprovou 60 medicamentos inovadores em 2017

No dia em que se assinala o 25.º aniversário do Infarmed, o organismo informa que, em 2017, aprovou...

12.01.2018

Canábis: Projetos baixam à CPS sem votação

Os projetos de lei para a utilização terapêutica da canábis do BE e do PAN, em discussão esta quinta...

12.01.2018

«Onde está o Wally, senhor primeiro-ministro?»

A Federação Nacional dos Médicos (Fnam) critica o primeiro-ministro por não saber qual o número real...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.