Maria de Belém Roseira vai liderar comissão para discutir lei de bases da Saúde

14.11.2017

Anúncio feito pelo ministro, Adalberto Campos Fernandes, no Parlamento
A ex-ministra da Saúde e antiga candidata à presidência da República, Maria de Belém Roseira, vai coordenar uma comissão que tem como objetivo estudar e discutir a lei de bases da Saúde.

O anúncio foi feito esta segunda-feira, pelo ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, no âmbito da apreciação na especialidade do Orçamento do Estado para 2018, defendendo o responsável, que «o país ganharia muito com um acordo que fosse alargado e que projetasse, a mais do que uma legislatura, estabilidade política, estabilidade de meios».

Nesse sentido, o ministro disse ter já pedido à socialista Maria de Belém Roseira para liderar essa discussão. «Convidámos a doutora Maria de Belém Roseira para que constitua uma comissão, nos critérios que ela própria definirá, e que possa acolher todas as sensibilidades da sociedade portuguesa», acrescentou. 

Segundo Adalberto Campos Fernandes, projetar para um «ciclo plurianual» e com «responsabilidades orçamentais» não pode ser feito através de uma «abordagem estreita». Como tal, reforçou, «será um debate bem-vindo e demorado, para que seja profícuo e útil».

A ex-ministra da Saúde e antiga candidata à presidência da República, Maria de Belém Roseira, vai coordenar uma comissão que tem como objetivo estudar e discutir a lei de bases da Saúde

Este anúncio do ministro surge após o socialista António Arnaut e João Semedo, antigo coordenador do Bloco de Esquerda, terem apresentado uma nova proposta de lei de bases da Saúde.

Entre as propostas consta um reforço do papel do Estado na Saúde, o fim das parcerias público-privadas, o fim das taxas moderadoras ou a valorização das carreiras dos profissionais do setor.

17tm48G
14 de Novembro de 2017
1748Pub3f17tm48G

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 20.07.2018

Maioria dos médicos manifesta apoio aos chefes demissionários do Hospital d...

São já 157 os médicos da Urgência do Hospital de São José, em Lisboa, que assinaram uma carta em apo...

20.07.2018

Médicos sem especialidade podem vir a reforçar INEM

Os médicos que não conseguiram a especialidade por falta de vaga podem vir a reforçar o Instituto Na...

20.07.2018

Trinta e cinco recém-especialistas da região Centro denunciam contexto insu...

Um grupo de 35 recém-especialistas de Medicina Geral e Familiar (MGF) da região Centro alerta para a...

19.07.2018

  Pacotes vão ter menos açúcar em 2020

A partir janeiro de 2020 vão deixar de ser produzidas doses individuais de açúcar que excedam os qua...

por Teresa Mendes | 19.07.2018

Doentes com acesso a canábis medicinal nas farmácias a partir de agosto

A Assembleia da República (AR) publicou esta quarta-feira, a Lei que regula a utilização de medicame...

por Teresa Mendes | 18.07.2018

Doentes paliativos passam a ter direitos consagrados na Lei

As pessoas em contexto de doença avançada e em fim de vida passam a ter direitos consagrados na legi...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.