Tempos médios na triagem e consulta no SU vão passar a ser monitorizados de forma contínua

10.01.2018

Norma da DGS implementa novos indicadores de qualidade nas Urgências
Os hospitais vão ter que passar a monitorizar, de forma contínua, indicadores de qualidade como a demora média para triagem, a demora entre a triagem e a primeira observação médica, a ponderação do número óbitos até à primeira observação médica e ainda a demora média entre a triagem e saída da pessoa do serviço de urgência (SU) por nível de prioridade.

Numa norma publicada esta terça-feira, a Direção-Geral da Saúde (DGS), determina que, para além dos registos clínicos de todos os procedimentos realizados no âmbito da triagem dos SU e referenciação interna imediata permitirem esta monitorização, «os SU do adulto devem ter implementada a versão mais recente do sistema de triagem de Manchester». 

Os hospitais vão ter que passar a monitorizar, de forma contínua, indicadores de qualidade como a demora média para triagem, a demora entre a triagem e a primeira observação médica, a ponderação do número óbitos até à primeira observação médica e ainda a demora média entre a triagem e saída da pessoa do SU 

Por outro lado, o documento assinado pela diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, sublinha ainda que a triagem em idade pediátrica nos hospitais com serviço de urgência médico-cirúrgica (SUMC), serviço de urgência polivalente (SUP) ou serviço de urgência polivalente pediátrica (SUPP) «deve ser realizada na urgência pediátrica, com exceção do serviço de urgência básico (SUB) e do serviço de Obstetrícia/Ginecologia».

A norma está disponível para consulta aqui

18tm02K
10 de Janeiro de 2018
1802Pub4f18tm02K

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

19.06.2018

Peritos apresentam estratégias para sensibilizar doentes de risco cardiovas...

A Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH) organiza, no próximo dia 30 de junho, na Faculdade Ferna...

19.06.2018

Infarmed aprovou 111 medicamentos inovadores nos últimos dois anos

A Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed) aprovou nos últimos dois anos 11...

19.06.2018

«No país, a crise económica acabou, mas no setor hospitalar continua»

O Relatório Primavera 2018 do Observatório Português dos Sistemas de Saúde apresentado esta terça-fe...

por Teresa Mendes | 19.06.2018

Aposta na reforma do SNS «está longe de estar ganha»

A equipa do Observatório Português dos Sistemas de Saúde (OPSS) encontrou «muitas pedras no caminho»...

18.06.2018

Sindicato exige responsabilidade à tutela pela «trapalhada criada»

A propósito da publicação do mapa de vagas para acesso às especialidades, a Federação Nacional dos M...

18.06.2018

Mais de um em cada 10 utentes optou por um hospital fora da sua área de res...

<br /> A Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS) registou, em dois anos, perto de 373 mil...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.