Duarte Soares é o novo presidente da APCP

01.02.2018

«Comprometemo-nos a defender os doentes»
A Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos (APCP) tem novos corpos gerentes para o biénio 2018-2010. Duarte Soares  foi eleito presidente, substituindo Manuel Luís Capelas na função. Ana Lacerda é a nova vice-presidente.

A eleição decorreu em assembleia geral, no passado dia 27 de janeiro, na sede da Associação, no Serviço de Cuidados Paliativos do Instituto Português de Oncologia do Porto, e elegeu a Lista A.

Na cerimónia, a nova direção da APCP anunciou a continuidade da missão e objetivos, que passam pela promoção dos cuidados paliativos em Portugal e a criação de novos projetos para a divulgação dos cuidados paliativos no país.

São, aliás, quatro vetores estratégicos de orientação, que a direção recém-empossada irá prosseguir: a capacitação dos profissionais de cuidados paliativos, o reforço do conhecimento e investigação nesta área, a sensibilização da população e a defesa dos interesses dos doentes, cuidadores e famílias.

«Comprometemo-nos a honrar os profissionais, valorizar os investigadores e sobretudo defender os doentes, cuidadores e respetivas famílias», sublinha o novo presidente da APCP 

«Comprometemo-nos a honrar os profissionais, valorizar os investigadores e sobretudo defender os doentes, cuidadores e respetivas famílias.
Ambicionamos criar consensos, estabelecer pontes de entendimento, defender os princípios fundamentais dos cuidados paliativos no nosso país e, acima de tudo, agregar todos os que, de forma construtiva, queiram participar no futuro de todos nós», sublinha o novo presidente da APCP, num comunicado.

18tm05M
01 de Fevereiro de 2018
1805Pub5f17tm05M

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 16.10.2018

 Administração do Hospital de Braga garante que Serviço de Obstetrícia é se...

A administração do Hospital de Braga garante, no que diz respeito ao funcionamento do seu Serviço de...

por Elga Freire | 14.10.2018

 Cuidados Paliativos beneficiam doentes crónicos em fases precoces

 Opinião de Elga Freire<br /> <br /> Com o aumento da longevidade, as populações ficam mais envelh...

por Teresa Mendes | 16.10.2018

 Mais 523 milhões de euros para a Saúde em 2019

O Ministério da Saúde vai dispor de mais 523,3 milhões de euros para gastar em 2019, num total de 10...

16.10.2018

Estudo revela «enormes diferenças regionais» nas cirurgias à coluna

No Dia Mundial da Coluna, que se assinala esta terça-feira, 16 de outubro, um estudo revela que exis...

por Teresa Mendes | 15.10.2018

 Abertas as candidatura aos «Prémios Maratona da Saúde em Investigação Biom...

Estão abertas as candidaturas aos «Prémios Maratona da Saúde em Investigação Biomédica», uma iniciat...

por Teresa Mendes | 15.10.2018

Programa ajuda médicos e população a tomar decisões criteriosas em saúde

 Os profissionais de saúde e a população portuguesa já podem contar com o programa «Choosing Wisely...

por Teresa Mendes | 15.10.2018

Doentes críticos em risco no Hospital Fernando Fonseca 

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) alerta para a «situação de carência extrema de médicos no...

por Teresa Mendes | 13.10.2018

Dívida dos hospitais às farmacêuticas atinge o valor mais alto de 2018

A dívida total dos hospitais públicos aos laboratórios farmacêuticos atingiu em agosto o valor mais...

11.10.2018

Primeiros testes rápidos são «marco histórico no combate à epidemia» do VIH

«Continuamos em Portugal a diagnosticar os doentes muito tardiamente», alertou o secretário de Estad...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.