Governo vai rever gestão das instalações e equipamentos de saúde

por Teresa Mendes | 08.03.2018

Grupo de trabalho tem 90 dias para apresentar relatório
O Governo quer equipamentos e infraestruturas de saúde com condições que garantam a qualidade da prestação de cuidados de saúde às populações.
Para o efeito, decidiu criar um grupo de trabalho que tem 90 dias para apresentar uma proposta de Plano de Ação para a Gestão das Instalações e Equipamentos de Saúde.

Num despacho publicado hoje no Diário da República, o Ministério da Saúde anuncia que a equipa será constituída por um representante da Administração Central do Sistema de Saúde (que preside) e um representante da cada Administração Regional de Saúde e da Direção-Geral da Saúde.

O grupo de trabalho deverá apresentar «um projeto de código de instalações e equipamentos de saúde», bem como a «estrutura e o conjunto de informação de base a considerar na elaboração dos instrumentos de gestão das instalações e equipamentos da saúde», lê-se no diploma

Terá ainda como missão «apresentar linhas de orientação a observar na gestão e organização dos departamentos e serviços responsáveis pela gestão das instalações e equipamentos dos serviços do Ministério da Saúde e definir perfis de natureza multidisciplinar, incluindo as valências de engenharia, arquitetura e sistemas e competências adequados às funções a exercer no âmbito da atividade de apoio e coordenação da Arquitetura e Engenharia da Saúde, bem como formação específica e obrigatória, inicial e continuada».

O Governo quer equipamentos e infraestruturas de saúde com condições que garantam a qualidade da prestação de cuidados de saúde às populações. Para o efeito, decidiu criar um grupo de trabalho que tem 90 dias para apresentar uma proposta de Plano de Ação para a Gestão das Instalações e Equipamentos de Saúde

A tutela justifica a medida, dizendo que «a qualidade da prestação de cuidados de saúde às populações exige equipamentos e infraestruturas de saúde que ofereçam condições adequadas para o efeito, bem como um acolhimento humanizado e um atendimento compatível com os modernos padrões definidos para o Serviço Nacional de Saúde».

18tm10M
08 de Março de 2018
1810Pub5f18tm10M

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Carlos Mesquita | 10.07.2019

 20 anos do ATLS em Portugal

Artigo de Carlos Mesquita<br /> <br /> Os evidentes progressos das quatro últimas décadas em Portu...

por Teresa Mendes | 21.08.2019

 Abertas as candidaturas para a conferência «SNS no Feminino»

A Associação Portuguesa Para o Desenvolvimento Hospitalar (APDH) está a organizar a conferência «SNS...

por Teresa Mendes | 21.08.2019

SCML inaugura Unidade de medicina dentária pediátrica gratuita

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) inaugurou esta terça-feira, o Serviço Odontopediátrico...

21.08.2019

Ministra da Saúde defende reorganização das maternidades no país

 A ministra da Saúde defendeu, esta terça-feira, uma reorganização das maternidades do País, reconhe...

por Teresa Mendes | 20.08.2019

Celebrados os 40 anos do SNS 

O Serviço Nacional de Saúde (SNS) foi criado há 40 anos, tornando o acesso a cuidados de saúde «gera...

por Teresa Mendes | 19.08.2019

 Descoberto novo mecanismo na pele sensível à dor

Investigadores do Karolinska Institutet, Suécia, descobriram um novo mecanismo sensorial na pele cap...

por Teresa Mendes | 19.08.2019

IFDC 2019 decorre de 15 a 18 de outubro, em Lisboa

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (Insa), através do seu Departamento de Alimentaçã...

por Teresa Mendes | 17.08.2019

Comissão Europeia lança apelo para encontrar especialistas na área de eHeal...

A Comissão Europeia (CE) lançou um apelo à manifestação de interesse no domínio da Saúde, com o obje...

por Teresa Mendes | 17.08.2019

 Médicos têm nova norma sobre diagnóstico e prevenção da carência de vitami...

 A Direção-Geral da Saúde (DGS) e a Ordem dos Médicos (OM) elaboraram uma nova norma sobre as boas p...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.