Há cerca de 200 mil portugueses com glaucoma

09.03.2018

Semana Mundial do Glaucoma decorre de 11 a 17 de março 
 É a primeira causa de cegueira não reversível em todo o mundo, estimando-se a existência de 80 milhões de pessoas com a doença. Em Portugal serão cerca de 200 mil os que sofrem com glaucoma, mas poderão vir a ser muitos mais.

«Sendo uma doença cuja ocorrência aumenta com a idade e atendendo ao aumento da esperança de vida, estes números tendem a crescer significativamente», alerta António Rodrigues Figueiredo, coordenador do Grupo Português de Glaucoma da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia, no âmbito da Semana Mundial do Glaucoma, que se assinala de 11 a 17 de março.

«O glaucoma é uma doença bastante assintomática nas fases iniciais», refere o especialista num comunicado à Imprensa, acrescentando que «a perceção inicial da doença é ainda mais difícil devido à nossa própria adaptação cerebral, que vai tentando substituir as imagens em falta por ‘cópias’ das imagens próximas – como num roubo valioso, em que as peças roubadas são substituídas por cópias idênticas. Por isso chamamos ao glaucoma “o ladrão silencioso da visão”». 

A principal causa e fator de risco desta doença que em Portugal se estima que esteja apenas diagnosticada em 50% dos doentes, é a hipertensão ocular.

O que significa que «uma tensão ocular elevada, não detetada e não controlada, vai conduzir ao aparecimento da doença».
Mas há outros fatores de risco, como a idade e a existência de familiares diretos com glaucoma.

Por ser uma doença progressiva, torna-se fundamental a deteção precoce e a sua prevenção, nomeadamente através da medição da tensão ocular que, refere António Rodrigues Figueiredo, é o principal fator de risco do glaucoma «e simultaneamente o único que podemos tratar e que conduz ao controlo da doença – há inúmeros estudos e evidência que o comprovam».

Na Semana Mundial do Glaucoma, que começa este domingo, o especialista deixa o alerta: «Atenção ao ladrão silencioso da visão. Se tem mais de 45 anos e nem sabe a sua tensão ocular, se tem familiares com glaucoma, proteja a sua visão». 

Em Portugal serão cerca de 200 mil os que sofrem com glaucoma, mas poderão vir a ser muitos mais

Aos doentes com glaucoma, recorda que qualquer portador de uma doença crónica, estes «têm de aprender a conviver com esse facto, já que uma doença progressiva e irreversível exige coragem, perseverança e sobretudo apoio para a luta que o seu controlo representa».


18tm10T
09 de Março de 2018
1810Pub6f18tm10T

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

19.06.2019

Texto da nova Lei de Bases da Saúde fica sem referências às PPP

O grupo de trabalho que discute a nova Lei de Bases da Saúde no Parlamento chumbou esta terça-feira...

por Teresa Mendes | 19.06.2019

 «Na saúde não chega fazer muito... tem que se fazer bem»

«O sistema de saúde é complexo e não pode ser objeto de intervenções pouco pensadas, sujeitas a imed...

por Teresa Mendes | 19.06.2019

 7.ª Edição do Prémio Maria José Nogueira Pinto conta com mais de 100 candi...

São mais de 100 as candidaturas recebidas pelo comité da 7.ª Edição do Prémio Maria José Nogueira Pi...

por Teresa Mendes | 19.06.2019

 «Beyond Cervical Cancer» é o mote do «HPV Clinical Cases»

A MSD Portugal está a promover o «HPV Clinical Cases», uma iniciativa que tem como objetivo «reunir,...

por Teresa Mendes | 18.06.2019

Aumento da mortalidade materna e infantil são reflexo da falta de especiali...

A Ordem dos Médicos (OM) defende a necessidade de alterar urgentemente a forma e os prazos dos concu...

por Teresa Mendes | 18.06.2019

 Candidaturas ao Prémio Nacional de Saúde 2019 abertas até 30 de junho

Decorrem, até 30 de junho, as candidaturas Prémio Nacional de Saúde 2019.<br /> Este galardão atrib...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.