Maternidade Bissaya Barreto em risco de colapso

foto de "DR" DIARIO DAS BEIRAS | 13.03.2018

Médicos já enviaram à OM 28 declarações de isenção de responsabilidade
Os médicos da Maternidade Bissaya Barreto, em Coimbra, estão a enviar ao Conselho Regional do Centro da Ordem dos Médicos (OM), bem como à direção de Serviço de Neonatologia, declarações de isenção de responsabilidade.

Em causa o risco de colapso daquela maternidade devido à «escassez de meios para o cabal desempenho da atividade assistencial». Nos últimos dias, a OM já recebeu 28 declarações.

«Está em causa a realização de consultas e de cirurgias, bem como o funcionamento do serviço de urgência, o apoio perinatal diferenciado, entre outros, devido à faltam médicos pediatras, ginecologistas e obstetras, cuja escassez o Ministério da Saúde não resolve há vários anos», alerta Carlos Cortes, presidente do Conselho Regional do Centro, num comunicado.

Segundo o responsável, «há mais de oito anos que não há contratação de pediatras. Há quase uma década que se assiste a uma tal escassez de meios que só com a dedicação dos profissionais é possível cumprir com as normas dos colégios da especialidade».

Carlos Cortes considera que «existe uma tentativa notória de asfixiar o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra na sua importante componente de cuidados de saúde na área materno-infantil» 

Para o dirigente, no atual contexto, «é incompreensível que não tenha sido atribuída qualquer vaga de Pediatria para as duas maternidades e Hospital Pediátrico e apenas uma vaga de Ginecologia/Obstetrícia para as várias unidades deste centro hospitalar», considerando que «existe uma tentativa notória de asfixiar o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra na sua importante componente de cuidados de saúde na área materno-infantil».  

18tm11G
13 de Março de 2018
1811Pub3f18tm11G

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

20.06.2018

OM Pharma, do Grupo Vifor Pharma, inaugura nova fábrica em Alfragide

Foi   inaugurada a nova fábrica da OM Pharma, localizada em Alfragide (Amadora), implementada com um...

por Teresa Mendes | 20.06.2018

Tutela garante que vai contratar pelo menos 2 mil novos profissionais

O Ministério da Saúde diz ter «fechado um plano» para compensar a passagem das 40 para as 35 horas s...

por Teresa Mendes | 20.06.2018

«Queremos taxas moderadoras inteligentes»

«Queremos taxas moderadores inteligentes, que sejam capazes de acompanhar e de constituir um instrum...

20.06.2018

A «prudência» do ministro versus a urgência do bastonário

Ordem dos Médicos e Ministério da Saúde têm leituras das conclusões do Relatório Primavera 2018.<br...

19.06.2018

Peritos apresentam estratégias para sensibilizar doentes de risco cardiovas...

A Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH) organiza, no próximo dia 30 de junho, na Faculdade Ferna...

19.06.2018

Infarmed aprovou 111 medicamentos inovadores nos últimos dois anos

A Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed) aprovou nos últimos dois anos 11...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.