Médicos querem Centeno à mesa das negociações

foto de "DR" | 12.04.2018

Sindicatos confirmam greve em maio
Após mais uma ronda negocial com o Ministério da Saúde, esta quarta-feira, os sindicatos reafirmam a intenção de manter a greve agendada para os dias 8, 9 e 10 de maio.
Na próxima reunião, os médicos querem Centeno presente.

«A nossa exigência é que na próxima reunião esteja Mário Centeno, que hoje mesmo veio dizer aos portugueses que estava tudo bem, demonstrando uma insensibilidade confrangedora.
Parece que o ministro das Finanças se conforma com os portugueses estarem dois anos à espera das consultas.
Por isso queremos que na próxima reunião esteja o ministro da Saúde e o ministro das Finanças, para ultrapassar estas diferenças.
Caso isso não seja feito, responsabilizamos o Governo por esta greve», disse o presidente do Sindicato Independente dos Médicos (SIM), em declarações à Rádio Renascença.
 
Também a Federação Nacional dos Médicos (Fnam) divulgou um comunicado onde lamenta que o Governo não tenha acolhido nenhuma das reivindicações dos sindicatos. 

«Queremos que na próxima reunião esteja o ministro da Saúde e o ministro das Finanças, para ultrapassar estas diferenças. Caso isso não seja feito, responsabilizamos o Governo por esta greve», disse Jorge Roque da Cunha 

«A Federação Nacional dos Médicos lamenta a falta de vontade manifestada pelo Ministério da Saúde numa negociação séria, ignorando, mais uma vez, as reivindicações dos médicos e recusando-se a apresentar propostas para a resolução dos problemas do Serviço Nacional de Saúde», escreve o sindicato no comunicado.

18tm15O
12 de Abril de 2018
1815Pub5f18tm15O

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 15.10.2018

 Abertas as candidatura aos «Prémios Maratona da Saúde em Investigação Biom...

Estão abertas as candidaturas aos «Prémios Maratona da Saúde em Investigação Biomédica», uma iniciat...

por Teresa Mendes | 15.10.2018

Programa ajuda médicos e população a tomar decisões criteriosas em saúde

 Os profissionais de saúde e a população portuguesa já podem contar com o programa «Choosing Wisely...

por Teresa Mendes | 15.10.2018

Doentes críticos em risco no Hospital Fernando Fonseca 

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) alerta para a «situação de carência extrema de médicos no...

13.10.2018

Mais de metade dos portugueses sem acesso à Reumatologia nos hospitais públ...

Mais de metade dos portugueses (51,8%) não tem acesso a reumatologista nos hospitais públicos, exist...

por Teresa Mendes | 13.10.2018

Dívida dos hospitais às farmacêuticas atinge o valor mais alto de 2018

A dívida total dos hospitais públicos aos laboratórios farmacêuticos atingiu em agosto o valor mais...

11.10.2018

Primeiros testes rápidos são «marco histórico no combate à epidemia» do VIH

«Continuamos em Portugal a diagnosticar os doentes muito tardiamente», alertou o secretário de Estad...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.