ANEM contra pagamento da prova de acesso à especialidade

por Teresa Mendes | 07.05.2018

Estudantes consideram que «deverá ser o Estado a assegurar a realização da nova prova»
A Associação Nacional dos Estudantes de Medicina (ANEM) manifesta-se «inequivocamente contra o pagamento» da Prova Nacional de Acesso à Formação Especializada (PNAFE).
Num comunicado, a ANEM salienta que «a publicação do valor a cobrar aos estudantes (90 euros) vem concretizar aquela que já tinha sido uma preocupação relativamente à comparticipação por parte dos candidatos».

A nota à Imprensa, assinada pelo presidente da Associação, Edgar Simões, salienta que esta situação pode ainda vir a ser alterada, uma vez que o Regime Jurídico do Internato Médico sofreu um pedido de apreciação Parlamentar, ainda pendente.

«Na consideração dos estudantes de Medicina, deverá ser o Estado português a assegurar a realização da nova prova», sublinha ainda Edgar Simões, que acrescenta que a ANEM irá ainda procurar «compreender a orçamentação que levou à definição do valor final de 90 euros a cobrar aos candidatos».

«A publicação do valor a cobrar aos estudantes (90 euros) vem concretizar aquela que já tinha sido uma preocupação relativamente à comparticipação por parte dos candidatos», lamenta a ANEM num comunicado

Recorde-se que o novo modelo da PNAFE, respetiva matriz de conteúdos e referências bibliográficas, foram aprovados no despacho publicado nesta sexta-feira no Diário da República

A nova prova entra em vigo no concurso de ingresso no Internato Médico a abrir no ano civil de 2019, em substituição do modelo e respetivas referências bibliográficas atualmente em vigor.

18tm19B
07 de Maio de 2018
1819Pub2f18tm19B

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 24.04.2019

Pneumonia: Mais de 50% dos doentes de risco não são aconselhados a vacinar-...

A pneumonia mata, em média, 23 pessoas por dia nos hospitais portugueses, mais do dobro da média eur...

por Teresa Mendes | 24.04.2019

Ministério da Saúde pede sindicância à Ordem dos Enfermeiros

A ministra da Saúde, Marta Temido, pediu à Inspeção-Geral das Atividades em Saúde (IGAS) para realiz...

por Teresa Mendes | 24.04.2019

 «Suspeição intolerável» 

 A ministra da Saúde, Marta Temido, considera uma «suspeição intolerável» do bastonário da Ordem dos...

por Teresa Mendes | 24.04.2019

 SESARAM continua a não registar assiduidade dos seus trabalhadores

Uma auditoria do Tribunal de Contas (TC) revelou, esta terça-feira, que o Serviço de Saúde da Região...

por Teresa Mendes | 23.04.2019

Encontro internacional debate futuro do envelhecimento<br />  

A Academia Nacional de Medicina de Portugal (ANMP), o Science Advice for Policy by European Academie...

por Teresa Mendes | 23.04.2019

Manifesto da EFPIA reforça os benefícios das vacinas

«Construir uma Europa mais Saudável» é o título do manifesto criado pela Vaccines Europe, o grupo es...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.