Subdiretor-geral da Saúde nomeado diretor do Programa para a Diabetes

14.05.2018

«Pasta» estava sem liderança desde janeiro de 2018
Sem diretor desde o início do ano, o Programa Nacional de Controlo da Diabetes vai finalmente ser liderado pelo subdiretor-geral da Saúde, Diogo Fonseca da Cruz, especialista em Medicina Interna, anunciou o Ministério da Saúde.

Segundo fonte da tutela à agência Lusa, o Programa terá também um conselho científico composto por representantes das ordens dos Médicos, Enfermeiros, Farmacêuticos e Nutricionistas, bem como da Sociedade de Diabetologia, da Sociedade de Endocrinologia, da Sociedade de Medicina Interna, da Sociedade de Pediatria e da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar.

Recorde-se que no final de março a Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (APDP) e a Sociedade Portuguesa de Diabetologia (SPD) referiam temer «retrocessos no tratamento dos doentes» devido à falta de liderança do programa.

Na altura, o diretor clínico da APDP, João Filipe Raposo, considerava que a ausência de coordenador estava já a refletir-se na organização dos cuidados de saúde e também nos planos de combate e prevenção da doença.

O responsável temia igualmente os impactos no programa de distribuição das bombas de insulina e no programa de prevenção da diabetes.
«Estamos em suspenso à espera de orientações e do coordenador», alertou João Filipe Raposo.

Sem diretor desde o início do ano, o Programa Nacional de Controlo da Diabetes vai finalmente ser liderado pelo subdiretor-geral da Saúde, Diogo Fonseca da Cruz, especialista em medicina interna, anunciou o Ministério da Saúde

Hélder Ferreira, coordenador do Programa da Diabetes da Administração Regional de Saúde (ARS) do Centro disse também à TSF no final de março que as carências começavam a ser visíveis. «Por falta de dinheiro, há três zonas da região que estão há meses sem rastreios de retinopatia diabética, fundamentais para evitar casos de cegueira», observou o responsável.

18tm20C
14 de Maio de 2018
1820Pub2f18tm20C

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

14.08.2018

Centro Hospitalar de Leiria está a trabalhar «no limite»

O presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar de Leiria (CHL), Helder Roque, alerto...

por Teresa Mendes | 14.08.2018

 Hipertensão é o principal problema de saúde dos utentes da ARSLVT

A hipertensão é o principal problema de saúde dos utentes dos cuidados de saúde primários da Adminis...

por Teresa Mendes | 14.08.2018

Doentes continuam sem acesso à nutrição parentérica no ambulatório

A nutrição parentérica ou entérica continua a não estar acessível aos doentes que dela precisam nos...

14.08.2018

Horas de sono a mais aumentam risco cardiovascular

Dormir menos do que sete horas diárias ou mais do que as oito recomendadas pode aumentar o risco de...

por Teresa Mendes | 13.08.2018

Especialistas portugueses integram missão contra o Ébola

Três especialistas portugueses vão integrar uma missão internacional de prevenção e resposta rápida...

por Teresa Mendes | 13.08.2018

Concurso de colocação dos médicos recém-especialistas é uma «falácia»

A Federação Nacional dos Médicos (Fnam) considera o concurso de colocação dos médicos recém-especial...

13.08.2018

IPO de Lisboa regista aumento de quase 30% da produção científica

 O Anuário da Atividade Científica 2017 do Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa já pode...

13.08.2018

Recolha de resíduos de medicamentos aumentou 8%

A Valormed recolheu 560 toneladas de resíduos de medicamentos no primeiro semestre de 2018, mais 8%...

10.08.2018

CHVNGE realiza cirurgia inovadora que evita remoção total do pulmão

O Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia e Espinho (CHVNGE) realizou, pela primeira vez em Portugal,...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.