DGS pode autorizar médicos a exercer Medicina do Trabalho, mesmo sem especialidade

por Teresa Mendes | 12.06.2018

Em caso de «insuficiência comprovada de médicos do trabalho qualificados»
A Direção-Geral da Saúde (DGS) vai poder autorizar outros licenciados em Medicina a exercer as funções de especialistas em Medicina do Trabalho, caso haja «insuficiência comprovada de médicos do trabalho qualificados». 

Numa circular, a DGS salienta que estes profissionais, que podem exercer excecionalmente funções por razões de necessidade, têm depois o prazo de quatro anos, a contar da respetiva autorização, para apresentar prova da obtenção de especialidade em Medicina do Trabalho, «sob pena de lhes ser vedada a continuação do exercício das referidas funções».

Neste contexto, a DGS explicita ainda que aos diplomados com o curso de Medicina do Trabalho ou outra habilitação legal, obtida antes da entrada em vigor do Decreto-Lei n.º 109/2000 de 30 de junho, «é reconhecida idoneidade para a continuidade do exercício pleno da atividade de Medicina do Trabalho».

A Direção-Geral da Saúde vai poder autorizar outros licenciados em Medicina a exercer as funções de especialistas em Medicina do Trabalho, caso haja «insuficiência comprovada de médicos do trabalho qualificados» 

A circular explicita igualmente todos os critérios gerais e específicos para os médicos que pretendam requerer a autorização transitória para o exercício de Medicina do Trabalho à DGS, sendo ainda apresentado o modelo-tipo do requerimento.

Mais informações, aqui

18tm24G
12 de Junho de 2018
1824Pub3f18tm24G

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 14.06.2019

Rui Ivo volta a ser presidente do Infarmed

Rui Ivo é nomeado, pela segunda vez, presidente da direção do Infarmed.<br /> A nomeação do Conselh...

por Teresa Mendes | 14.06.2019

 Médicos estão cada vez mais receosos quando têm que denunciar insuficiênci...

Os profissionais de saúde têm «cada vez mais receio» de denunciar situações de insuficiências ou mau...

por Teresa Mendes | 14.06.2019

 IPO Lisboa apela à dádiva de sangue

No âmbito do Dia Mundial do Dador de Sangue, que se celebra esta sexta-feira, dia 14 de junho, o Ser...

14.06.2019

Taxas moderadoras nos centros de saúde com fim à vista

A proposta do Bloco de Esquerda que dita o fim das taxas moderadoras nos centros de saúde vai ser vo...

por Teresa Mendes | 12.06.2019

Médicos com alojamento assegurado para reforço de cuidados de saúde no verã...

 A Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve vai assegurar residência aos médicos que queiram...

por Teresa Mendes | 12.06.2019

Argumentos que pretendem proibir PPP na saúde «não são razoáveis»

Numa altura em que foi adiada a votação do artigo sobre as PPP da Lei de Bases da Saúde para o próxi...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.