«Do Saber ao Sabor. Da Vida»

por Teresa Mendes | 13.06.2018

Dia Mundial da Esclerose Lateral Amiotrófica assinalado a 21 de junho
A Associação Portuguesa de Esclerose Lateral Amiotrófica (APELA) organiza, no próximo dia 21 de junho, uma ação de consciencialização para assinalar o Dia Mundial da Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA). «Do Saber ao Sabor. Da Vida» é o mote do evento que terá lugar no Fórum Picoas, em Lisboa, entre as 14h30 e as 18h15.

À semelhança de anos anteriores, a Associação escolheu em 2018 um dos cinco sentidos, o paladar, como forma de aludir à sensorialidade, que não cede a perdas, ao contrário do que acontece na generalidade da progressão desta doença incapacitante, caracterizada pela fraqueza e atrofia musculares progressivas.

«Do sabor dos alimentos ao sabor das experiências de vida, há um denominador comum: o seu travo, que pode ser doce ou amargo, dependendo da forma como é percecionado», lê-se no comunicado.
E como a ideia de perceção é relativa, a APELA convida o público a desafiar um eventual padrão de gosto e a embarcar numa viagem, marcada pelo (re)conhecimento de si mesmo em cada uma destas impressões ou em cada um destes sabores.

A Associação Portuguesa de Esclerose Lateral Amiotrófica (APELA) organiza, no próximo dia 21 de junho, uma ação de consciencialização para assinalar o Dia Mundial da Esclerose Lateral Amiotrófica. «Do Saber ao Sabor. Da Vida» é o mote do evento que terá lugar no Fórum Picoas, em Lisboa 

Recorde-se que a APELA é uma organização não governamental sem fins lucrativos que tem como objetivo promover a divulgação da natureza da doença junto da sociedade civil, doentes, famílias, médicos e todo o pessoal técnico ligado à área da saúde, bem como apoiar os doentes com esclerose lateral amiotrófica, e familiares no sentido de os esclarecer e ajudar na resolução dos seus variados problemas.

A entrada no evento é gratuita, mediante inscrição prévia, através do preenchimento do formulário disponível aqui

Para mais informações consulte o programa 

18tm24L
13 de Junho de 2018
1824Pub4f18tm24L

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 15.10.2018

Ordens dos Médicos e dos enfermeiros apreensivas com mudança de ministro

Numa reação à substituição de Adalberto Campos Fernandes por Marta Temido na pasta da Saúde, o basto...

por Teresa Mendes | 15.10.2018

Programa ajuda médicos e população a tomar decisões criteriosas em saúde

 Os profissionais de saúde e a população portuguesa já podem contar com o programa «Choosing Wisely...

por Teresa Mendes | 15.10.2018

Doentes críticos em risco no Hospital Fernando Fonseca 

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) alerta para a «situação de carência extrema de médicos no...

13.10.2018

Mais de metade dos portugueses sem acesso à Reumatologia nos hospitais públ...

Mais de metade dos portugueses (51,8%) não tem acesso a reumatologista nos hospitais públicos, exist...

por Teresa Mendes | 13.10.2018

Dívida dos hospitais às farmacêuticas atinge o valor mais alto de 2018

A dívida total dos hospitais públicos aos laboratórios farmacêuticos atingiu em agosto o valor mais...

11.10.2018

Primeiros testes rápidos são «marco histórico no combate à epidemia» do VIH

«Continuamos em Portugal a diagnosticar os doentes muito tardiamente», alertou o secretário de Estad...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.