Médicos sem especialidade podem vir a reforçar INEM

20.07.2018

Proposta do Sindicato Independente dos Médicos
Os médicos que não conseguiram a especialidade por falta de vaga podem vir a reforçar o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).
O assunto foi proposto pelo Sindicato Independente dos Médicos (SIM) e está a ser discutido com a Ordem dos Médicos (OM).

«O SIM não se opõe a quem defende que médicos que não tiveram acesso a uma especialidade possam, depois de formação coordenada pela OM e pelo INEM, exercer aquelas tarefas no curto prazo até à criação da especialidade em Medicina de Urgência e Emergência», salienta um comunicado do SIM publicado esta quinta-feira 

Esta pode mesmo ser uma solução para a escassez de recursos humanos no INEM, uma situação está a provocar «dificuldades efetivas» para garantir o funcionamento do seu dispositivo, como já admitiu o organismo.

Os médicos que não conseguiram a especialidade por falta de vaga podem vir a reforçar o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM). O assunto foi proposto pelo Sindicato Independente dos Médicos (SIM) e está a ser discutido com a Ordem dos Médicos

«O INEM tem apenas três médicos no quadro, que estão no Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU); 40% da atividade do INEM é feita com recurso a tarefeiros, não há um único médico do quadro nas viaturas médicas. É, portanto, uma área em que os médicos sem especialidade podem ser aproveitados», defendeu o secretário-geral do SIM, Jorge Roque da Cunha, em declarações ao Diário de Notícias.

18tm29R
20 de Julho de 2018
1829Pub6f18tm29R

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 15.02.2019

Fnam pede intervenção do CNS para reformular organização dos hospitais 

A Federação Nacional dos Médicos (Fnam) apela ao presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS) para...

15.02.2019

 Ministério da Saúde vai abrir novas convenções na área da hemodiálise

O Ministério da Saúde vai abrir novas convenções com prestadores para a área da hemodiálise, esperan...

por Teresa Mendes | 15.02.2019

 Ciência Viva abre candidaturas ao concurso «Comunicar Saúde»

Estão abertas as candidaturas ao concurso «Comunicar Saúde», uma iniciativa da Ciência Viva - Agênci...

por Teresa Mendes | 15.02.2019

Publicado o primeiro manual de apoio à pessoa com doença rara

As pessoas com doença rara têm, pela primeira vez, acesso a um manual de apoio, que compila informaç...

por Teresa Mendes | 14.02.2019

Desde 2013 que o SNS não fazia tão poucas cirurgias

O Serviço Nacional de Saúde (SNS) registou um aumento da atividade assistencial em 2018, quer no núm...

por Teresa Mendes | 14.02.2019

O BREXIT explicado às empresas do setor da Saúde

Para esclarecer a questão do BREXIT às empresas portuguesas do setor da Saúde, a AICEP organiza, em...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.