Maioria dos médicos manifesta apoio aos chefes demissionários do Hospital de São José

por Teresa Mendes | 20.07.2018

Bastonário considera «notável a solidariedade manifestada»
São já 157 os médicos da Urgência do Hospital de São José, em Lisboa, que assinaram uma carta em apoio aos 16 chefes de equipa demissionários.
O bastonário da Ordem dos Médicos considera «notável a solidariedade manifestada», sendo o documento «revelador da gravidade da situação».

A carta é assinada pela grande maioria dos clínicos da Urgência de Medicina Interna e Cirurgia Geral, entre outras especialidades e surgiu com o objetivo de «manifestar todo o apoio aos seus chefes e partilhar as mesmas preocupações».

«É louvável a coragem dos chefes de equipa que tomam esta atitude em defesa dos doentes e da qualidade dos cuidados de saúde, bem como é notável a solidariedade manifestada pelos médicos do hospital», salienta Miguel Guimarães num comunicado, acrescentando que o documento «é muito expressivo e revelador da gravidade da situação que a maioria dos colegas subscreva as preocupações com a falta de segurança que foram denunciadas pelos chefes de equipa da urgência».

O bastonário da Ordem dos Médicos considera «notável a solidariedade manifestada» 

«A liderança, para além dos aspetos de coordenação assistencial médica e de tomada de decisão clínica, implica a defesa da coesão das equipas, a manutenção de um elevado nível de qualidade nos cuidados prestados aos doentes, a segurança das condições de trabalho dos médicos, a conservação da capacidade de formação pré e pós-graduada e a continuidade da uma tradição secular de excelência», lê-se no documento assinado por 157 médicos, sendo que nas equipas de Urgência de Medicina e Cirurgia trabalham cerca de 170 clínicos.

18tm29T
20 de Julho de 2018
1829Pub6f18tm29T

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

12.12.2018

 Infarmed disponibiliza relatório anual sobre estatísticas do medicamento

A Autoridade Nacional do Medicamento divulgou esta terça-feira o seu relatório anual «Estatística do...

por Teresa Mendes | 12.12.2018

Conselho das Finanças Públicas alerta para «restrições efetivas no acesso»...

«Considerando que Portugal possui um sistema nacional de saúde com cobertura automática e integral d...

12.12.2018

Ordem dos Médicos pede «exceção» para operar crianças 

A Ordem dos Médicos (OM) defendeu esta terça-feira, no final de uma reunião com os diretores clínico...

por Teresa Mendes | 11.12.2018

Equipa dedicadas nos serviços de Urgência avançam em 2019

O conceito de Centro de Responsabilidade Integrada (CRI) será estendido aos serviços de Urgência hos...

por Teresa Mendes | 11.12.2018

Ordem dos Enfermeiros abandona Convenção Nacional de Saúde

A Ordem dos Enfermeiros (OE) decidiu abandonar a Convenção Nacional de Saúde (CNS) por considerar qu...

11.12.2018

 Marta Temido defende reflexão profunda para «sair da fase da estagnação»

Passados dez anos sobre a reforma dos cuidados de saúde primários (CSP), a ministra da Saúde defende...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.