«Escute o seu corpo»

06.08.2018

APMGF associa-se a campanha global para dar a conhecer a neuropatia
«Escute o seu corpo» é o mote de uma campanha global que chega agora a Portugal para dar a conhecer os sintomas da neuropatia. Lançada com o apoio da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF), a iniciativa alerta para o facto de esta ser uma «doença claramente subdiagnosticada».

A mensagem é simples, apontando para as principais manifestações da neuropatia: a perda de sensibilidade, o formigueiro e o ardor, sintomas que afetam sobretudo o sistema nervoso periférico.

Como explica Jorge Brandão, especialista de Medicina Geral e Familiar e vice-presidente da APMGF, num comunicado, «a neuropatia corresponde a um quadro de lesões nos nervos motores, sensoriais e/ou autónomos que afetam diferentes fibras nervosas. Ocorre quando há lesão no sistema nervoso periférico, como nos nervos dos braços e das pernas, o que conduz a um quadro sintomático desconfortável e perturbador da qualidade de vida dos doentes». 

«Sabe-se que 50% das pessoas podem estar em risco de desenvolver neuropatia com o passar dos anos e uma em cada três pessoas poderá evoluir para um quadro debilitante.
É importante que as pessoas, em especial os grupos de risco, reconheçam os sintomas e procurem identificá-los junto do seu médico, de modo a travar ou controlar a doença», esclarece Jorge Brandão.

«Escute o seu corpo» é o mote de uma campanha global que chega agora a Portugal para dar a conhecer os sintomas da neuropatia. Lançada com o apoio da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF), a iniciativa alerta para o facto de esta ser uma «doença claramente subdiagnosticada» 

Com vista a promover um maior conhecimento da doença e a sensibilização da sociedade em geral, esta é uma campanha que tem como suporte a plataforma www.escuteoseucorpo.pt, um espaço que dá a conhecer os sintomas, os grupos de risco e as razões que suportam a necessidade de promover o diagnóstico precoce. 

«Escute o seu corpo» é uma campanha global lançada pela Merck SA. um pouco em todo o mundo.
Muitas são as figuras públicas, as sociedades médicas e científicas e até grupos de doentes que se têm associado a esta causa.

Em Portugal, a campanha conta com a atriz Rita Blanco como embaixadora.

18tm32B
06 de Agosto de 2018
1832Pub2f18tm32B

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 24.05.2019

 Número de pessoas que morre sem cuidados paliativos pode duplicar em 2060

 O número de pessoas que morre sem acesso a cuidados paliativos pode duplicar em 2060.<br /> Segund...

por Teresa Mendes | 24.05.2019

Unidades de saúde mental forense não prisionais vão ter equipa clínica mult...

As unidades de saúde mental forense não prisionais vão passar a ter formalmente uma equipa clínica m...

por Teresa Mendes | 24.05.2019

Ordem cria Gabinete Nacional de Apoio ao Médico

Os médicos em burnout podem recorrer, a partir de hoje, dia 24 de maio, a um gabinete de apoio criad...

por Teresa Mendes | 24.05.2019

Palco será dado a quem vive a realidade da dor crónica de perto

O próximo dia 31 de maio será um dia de reflexão, onde o palco será dado a quem vive a realidade da...

por Teresa Mendes | 24.05.2019

O  ciclo de vida do medicamento explicado aos jovens

O Infarmed produziu um vídeo dirigido aos jovens, onde explica as etapas do ciclo de vida do medicam...

22.05.2019

Fundadores do Observatório de Saúde António Arnaut  defendem transparência

O coordenador do Observatório de Saúde António Arnaut (OSAA) defendeu esta terça-feira, em Coimbra,...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.