Autorizada terceira fase de obras no CHVNG/E

foto de "DR" | 16.08.2018

Reunião contou com a presença do ministro e da secretária de Estado da Saúde 
O Governo autorizou o arranque da terceira fase de obras no Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E), revelou esta terça-feira a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia após uma reunião com o Ministério da Saúde. 

Em comunicado, a Câmara refere que «com a fase B das obras no terreno, a tutela assumiu a prioridade à terceira fase da obra, autorizando o avanço dos projetos para a execução e financiamento da fase C do novo edifício hospitalar».

«É consensual para o Ministério da Saúde a concretização do Plano de Reestruturação de Instalações, de forma a garantir que, no final da fase B seja possível arrancar imediatamente com a fase seguinte, tendo como quadro temporal da fase C o período 2019-2021», diz ainda a nota.

Em causa está uma das unidades do CHVNG/E, localizada em Vila Nova de Gaia, equipamento que nas últimas semanas esteve no centro das atenções devido à denúncia de que estavam a ser realizados internamentos em macas no Serviço de Urgência.

O Governo autorizou o arranque da terceira fase de obras no Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E), revelou esta terça-feira a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia após uma reunião com o Ministério da Saúde

A reunião contou com a presença do ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, da secretária de Estado da Saúde, Rosa Valente de Matos, do presidente da câmara Eduardo Vítor Rodrigues, do presidente do conselho de administração do hospital de Gaia, António Dias Alves, do diretor clínico, José Moreira da Silva, e representantes da Administração Regional de Saúde do Norte e da Administração Central do Sistema de Saúde.

Entretanto, esta segunda-feira, o conselho de administração do hospital afirmou, também em comunicado enviado à agência Lusa, que «estão resolvidos os problemas dos de internamentos prolongados em Serviço de Urgência», uma situação que tinha sido denunciada pela Ordem dos Enfermeiros.

18tm33J
16 de Agosto de 2018
1833Pub5f18tm33J

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 23.04.2019

SIM pondera convocar greve dos médicos do Instituto Nacional de Medicina Le...

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) pondera o «endurecimento das formas de luta», nomeadament...

por Teresa Mendes | 23.04.2019

APDIP reclama estatuto de doença crónica para as imunodeficiências primária...

Na semana mundial dedicada às imunodeficiências Primárias, que se assinala de 22 a 29 de abril, a As...

por Teresa Mendes | 22.04.2019

Instituto de Medicina Legal passa a realizar autópsias aos fins-de-semana e...

O Conselho de Ministros (CM) aprovou nesta quinta-feira a proposta de lei que permite ao Instituto N...

por Teresa Mendes | 22.04.2019

Fisioterapeutas contra regulamento do Acto Médico

A Associação Portuguesa de Fisioterapeutas (Apfisio) está contra o projeto de regulamento do Acto Mé...

por Teresa Mendes | 23.04.2019

Encontro internacional debate futuro do envelhecimento<br />  

A Academia Nacional de Medicina de Portugal (ANMP), o Science Advice for Policy by European Academie...

por Teresa Mendes | 22.04.2019

 Luís Martins Amaro nomeado novo presidente do Hospital Garcia de Orta

O actual diretor executivo do agrupamento de centros de saúde Almada-Seixal, Luís Manuel Martins Ama...

por Teresa Mendes | 18.04.2019

Médicos, sindicatos e associações de doentes vão fazer périplo pelo SNS

 O Fórum Médico, plataforma que reúne todas as associações e estruturas médicas, decidiu avançar com...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.