Europa regista número recorde de casos de sarampo

por Teresa Mendes | 21.08.2018

Alerta consta do relatório da OMS Europa
A Europa registou mais de 41 mil casos de sarampo no primeiro semestre de 2018, um número superior ao de qualquer outro ano desta década, alertou esta segunda-feira a Organização Mundial de Saúde (OMS) Europa.
Pelo menos  37 pessoas já morreram devido à doença este ano.

O recorde anual tinha sido registado no ano passado, quando foram contabilizados 23.927 casos, avança a OMS num relatório que inclui 53 países da região europeia (os 28 da União Europeia, a Rússia e a Europa de Leste), com uma população aproximada de 900 milhões de habitantes.

«Após o menor número de casos da década em 2016, estamos a assistir a um aumento dramático em infeções e surtos com uma longa duração», afirma a Dr.ª Zsuzsanna Jakab, diretora regional da OMS para a Europa, num comunicado à Imprensa.

«Pedimos a todos os países que implementem imediatamente medidas amplas e adequadas ao contexto para impedir a propagação dessa doença.
A boa saúde para todos começa com a imunização e, enquanto esta doença não for eliminada, não estamos cumprindo os compromissos do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável», salienta a responsável.

Sete países da Região tiveram mais de 1000 infeções em crianças e adultos este ano (França, Geórgia, Grécia, Itália, Federação Russa, Sérvia e Ucrânia), tendo sido este último o país mais atingido, com mais de 23 mil pessoas afetadas, o que representa mais de metade do total regional.
Já as mortes relacionadas ao sarampo foram relatadas em todos estes países, com a Sérvia a registar o maior número, com 14 óbitos.

A OMS sublinha no relatório que o vírus do sarampo é «extremamente contagioso», acrescentando que, para prevenir surtos, é necessário, pelo menos, uma cobertura de imunização de 95%, com duas doses de vacina a cada ano, em cada comunidade.
Além disso, refere, é essencial conseguir chegar e vacinar crianças, adolescentes e adultos que não foram vacinados de forma sistemática no passado.

A Europa registou mais de 41 mil casos de sarampo no primeiro semestre de 2018, um número superior ao de qualquer outro ano desta década, alertou a OMS Europa. Pelo menos  37 pessoas já morreram devido à doença este ano 

Embora a cobertura da vacina tenha passado, no último ano, de 88% para 90% das crianças em idade de vacinação, continuam a existir grandes diferenças a nível local, alerta a OMS, que refere existirem comunidades com 95% de cobertura e outras que ficam abaixo dos 70%.

De acordo com os últimos números da Comissão Regional Europeia para a verificação da eliminação do sarampo e da rubéola, 43 dos 53 países membros já interromperam a transmissão endémica do sarampo.

Portugal registou este ano um surto de sarampo na região Norte, tendo sido confirmados 112 casos entre fevereiro e abril, 103 dos quais com ligação ao Hospital de Santo António, no Porto. Todos os casos foram curados.

Por cá, a Direcção-Geral da Saúde (DGS) recomenda aos portugueses que verifiquem o seu boletim de vacinas e se vacinem caso seja necessário, e para ligarem para o número 808 24 24 24 se estiveram em contacto com um caso suspeito de sarampo ou tiverem dúvidas.
Segundo a DGS, em pessoas vacinadas a doença pode, eventualmente, surgir com um quadro clínico mais ligeiro e menos contagioso.

O documento da OMS Europa está disponível aqui 

18tm34G
21 de Agosto de 2018
1834Pub3f18tm34G

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 16.09.2019

 Profissionais estão a «deixar de acreditar nesta forma única de organizaçã...

Prestes a iniciar o quarto trimestre de 2019, altura em que deveria estar a ser realizada a transiçã...

16.09.2019

 «Queremos que o hospital saia de portas»

O Governo quer alargar a hospitalização domiciliária a todos os hospitais do Serviço Nacional de Saú...

16.09.2019

Bastonária da OE chama Miguel Guimarães para ser ouvido no caso da sindicân...

A bastonária da Ordem dos Enfermeiros (OE), Ana Rita Cavaco, quer incluir, como testemunhas, o ex-mi...

por Teresa Mendes | 16.09.2019

 1.ª Edição Hot Topics em Hepatologia

Vai decorrer, no dia 11 de outubro, na Ordem dos Médicos, em Vila Real, a 1.ª edição dos Hot Topics...

por Teresa Mendes | 13.09.2019

Pela primeira vez em seis meses, a dívida à Indústria Farmacêutica diminuiu

Pela primeira vez em seis meses, o valor da dívida dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS)...

por Teresa Mendes | 13.09.2019

Ordem celebra 80 anos com coleção de fac-similadas de autores médicos

 A Ordem dos Médicos (OM) convida todos os profissionais a vir conhecer, na próxima segunda-feira, d...

por Teresa Mendes | 13.09.2019

 Literacia em Saúde: DGS lança Manual para capacitação dos profissionais

No âmbito do Plano de Ação para a Literacia em Saúde 2019/2012, a Direção-Geral da Saúde (DGS) lanço...

por Teresa Mendes | 13.09.2019

 Demitem-se dez chefes de equipa de urgência do Hospital Garcia de Orta

Demitiram-se dez chefes de equipa de urgência do Hospital Garcia de Orta, em Almada, segundo a Socie...

por Teresa Mendes | 12.09.2019

 SPP recomenda aos médicos que reportem os casos suspeitos em Portugal

A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) recomenda aos médicos que passem a comunicar os casos de...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.