Insa promove nova ação «Um dia com o diagnóstico precoce»

27.08.2018

Iniciativa decorre no dia 10 de outubro, no Porto

 
O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (Insa), através da Unidade de Rastreio Neonatal, Metabolismo e Genética do seu Departamento de Genética Humana, promove, dia 10 de outubro, nas suas instalações no Porto, mais uma edição do curso «Um dia com o diagnóstico precoce».

A iniciativa tem como destinatários todos os profissionais que intervêm no diagnóstico de doenças incluídas no Programa Nacional de Diagnóstico Precoce (PNDP).

A ação de formação tem como principais objetivos «informar os participantes sobre a organização do PNDP, discutir os problemas relacionados com a colheita de sangue, com a conservação e envio das fichas, assim como informar sobre as patologias atualmente rastreadas, os critérios de seleção utilizados e o modo pelo qual deve ser dado conhecimento aos pais sobre os resultados do rastreio», salienta o Insa numa nota publicada no seu site.

Durante o encontro, serão também abordadas questões relacionadas com o enquadramento ético do PNDP, nomeadamente sobre os principais normativos e recomendações em vigor, e apresentadas as experiências do Centro de Referência para o Tratamento das Doenças Hereditárias do Metabolismo do Centro Hospitalar de São João (Porto) e da Associação Portuguesa de Fenilcetonúria e outras Doenças Hereditárias do Metabolismo das Proteínas (APOFEN). 

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (Insa), através da Unidade de Rastreio Neonatal, Metabolismo e Genética do seu Departamento de Genética Humana, promove, dia 10 de outubro, nas suas instalações no Porto, mais uma edição do curso «Um dia com o diagnóstico precoce»

Para mais informações, consultar o programa do curso aqui

Os interessados em participar deverão efetuar a sua inscrição até 28 de setembro através do seguinte formulário


18tm35C
27 de Agosto de 2018
1835Pub2f18tm35C

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 24.05.2019

 Número de pessoas que morre sem cuidados paliativos pode duplicar em 2060

 O número de pessoas que morre sem acesso a cuidados paliativos pode duplicar em 2060.<br /> Segund...

por Teresa Mendes | 24.05.2019

Unidades de saúde mental forense não prisionais vão ter equipa clínica mult...

As unidades de saúde mental forense não prisionais vão passar a ter formalmente uma equipa clínica m...

por Teresa Mendes | 24.05.2019

Ordem cria Gabinete Nacional de Apoio ao Médico

Os médicos em burnout podem recorrer, a partir de hoje, dia 24 de maio, a um gabinete de apoio criad...

por Teresa Mendes | 24.05.2019

Palco será dado a quem vive a realidade da dor crónica de perto

O próximo dia 31 de maio será um dia de reflexão, onde o palco será dado a quem vive a realidade da...

por Teresa Mendes | 24.05.2019

O  ciclo de vida do medicamento explicado aos jovens

O Infarmed produziu um vídeo dirigido aos jovens, onde explica as etapas do ciclo de vida do medicam...

por Teresa Mendes | 24.05.2019

 Governo vai impulsionar criação de USF em contextos complexos 

O Governo está determinado a apoiar e impulsionar a criação de Unidades de Saúde Familiar (USF) em c...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.