Comissões de Ética obrigatórias nos centros de investigação e universidades

14.09.2018

Decreto-lei aprovado no Conselho de Ministros 
Além da sua existência nas instituições de Saúde, as Comissões de Ética vão passar a ser obrigatórias também nas instituições de ensino superior e em centros de investigação biomédica que desenvolvam investigação clínica, estabelece um decreto-lei aprovado esta quinta-feira na reunião do Conselho de Ministros (CM).

A este alargamento da sua obrigatoriedade junta-se uma revisão «aprofundada» da regulação das comissões de ética da saúde (CES) quanto à composição, constituição, competências e funcionamento, «dotando-as de um instrumento atualizado e clarificador das suas competências, objetivos, direitos e deveres de forma a assegurar o exercício da ciência médica e a realização de estudos de investigação clínica no estrito respeito pelo princípio da dignidade da pessoa humana e dos seus direitos fundamentais, nos vários níveis de cuidado», lê-se no comunicado do CM.

Além da sua existência nas instituições de Saúde, as Comissões de Ética vão passar a ser obrigatórias também nas instituições de ensino superior e em centros de investigação biomédica que desenvolvam investigação clínica, estabelece um decreto-lei aprovado na reunião do Conselho de Ministros 

Este diploma vem atualizar as funções destes organismos, passados 23 anos da sua entrada em vigor, face à «emergência das questões de ética clínica ou assistencial» e às «exigências da investigação científica», sublinha ainda o comunicado

18tm37Q
14 de Setembro de 2018
1837Pub6f18tm37Q

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 18.01.2019

 Portugal tem o maior rácio de médicos de MGF por habitante da UE

Portugal é o país da União Europeia (UE) com a maior taxa de especialistas de Medicina Geral e Famil...

18.01.2019

CHUC lança projeto «H2 – Humanizar o Hospital»

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) lança, no próximo dia 24, o projeto «H2 - Huma...

por Teresa Mendes | 18.01.2019

Daniel Ferro substitui Carlos Martins à frente do CHULN

Daniel Ferro, atual presidente do conselho de administração do Hospital Garcia de Orta, vai substitu...

por Teresa Mendes | 17.01.2019

Centro Hospitalar do Oeste está «refém de prestadores de serviço»

O Centro Hospitalar do Oeste (CHO) é a terceira unidade de saúde do país com maior volume de horas c...

por Teresa Mendes | 17.01.2019

Cancro digestivo mata uma pessoa a cada hora em Portugal

O cancro digestivo mata uma pessoa por hora em Portugal, uma doença que tem vindo a aumentar nos últ...

por Teresa Mendes | 16.01.2019

Governo quer melhorar os Serviços de Urgência

O Governo criou um grupo de trabalho para estudar os diferentes modelos organizativos no funcionamen...

por Teresa Mendes | 16.01.2019

 SIM acusa Governo de não resolver a «situação crítica» no INML

No dia da abertura do ano judicial o Sindicato Independente dos Médicos (SIM) deixou um apelou ao Go...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.