Esperança média de vida dos portugueses volta a aumentar

por Teresa Mendes | 28.09.2018

Homens vivem em média 77,74 anos e as mulheres 83,41 anos
 
A esperança média de vida dos portugueses voltou a aumentar.
Segundo as Tábuas de Mortalidade divulgadas esta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), no triénio 2015-2017, esta foi estimado em 80,78 anos para a população total, em 77,74 anos para os homens e em 83,41 anos para as mulheres, um ganho de 1,57 e de 1,22 anos, respetivamente, face aos valores de 2008-2010.

Já a diferença na esperança de vida à nascença de homens e mulheres diminuiu 0,35 anos, passando de 6,02 para 5,67 anos.

Quanto à esperança de vida aos 65 anos, esta atingiu os 19,45 anos para ambos os sexos, sendo que os homens de 65 anos de idade poderão esperar viver, em média, mais 17,55 anos e as mulheres mais 20,81 anos, o que representa um ganho de 0,81 e de 0,78 anos, respetivamente, face a 2008-2010. 

É na região Norte que se situaram os valores mais elevados da esperança de vida à nascença para o conjunto da população e para os homens, partilhando com a região Centro o valor mais elevado para as mulheres.  

A esperança média de vida dos portugueses voltou a aumentar. Segundo o INE o triénio 2015-2017 registou um valor de 80,78 anos para a população total, de 77,74 anos para os homens e de 83,41 anos para as mulheres, um ganho de 1,57 e de 1,22 anos, respetivamente, face aos valores de 2008-2010 

Em contrapartida, as Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores são aquelas onde se observaram valores mais baixos, tanto para o total da população, como para homens e mulheres.

Segundo os dados do INE, a região Norte volta ao lugar cimeiro no que toca à esperança de vida aos 65 anos, apresentando os valores mais elevados para os homens. Já a Área Metropolitana de Lisboa regista os valores mais elevados para as mulheres.

O relatório está disponível na íntegra aqui 

18tm39T
28 de Setembro de 2018
1839Pub6f18tm39T

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 18.01.2019

Economista Márcia Roque é a nova presidente da ACSS

O Conselho de Ministros (CM) desta quinta-feira nomeou a economista Márcia Roque para presidente do...

por Teresa Mendes | 18.01.2019

 Portugal tem o maior rácio de médicos de MGF por habitante da UE

Portugal é o país da União Europeia (UE) com a maior taxa de especialistas de Medicina Geral e Famil...

18.01.2019

CHUC lança projeto «H2 – Humanizar o Hospital»

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) lança, no próximo dia 24, o projeto «H2 - Huma...

por Teresa Mendes | 18.01.2019

Daniel Ferro substitui Carlos Martins à frente do CHULN

Daniel Ferro, atual presidente do conselho de administração do Hospital Garcia de Orta, vai substitu...

por Teresa Mendes | 17.01.2019

Centro Hospitalar do Oeste está «refém de prestadores de serviço»

O Centro Hospitalar do Oeste (CHO) é a terceira unidade de saúde do país com maior volume de horas c...

por Teresa Mendes | 17.01.2019

Cancro digestivo mata uma pessoa a cada hora em Portugal

O cancro digestivo mata uma pessoa por hora em Portugal, uma doença que tem vindo a aumentar nos últ...

por Teresa Mendes | 16.01.2019

Governo quer melhorar os Serviços de Urgência

O Governo criou um grupo de trabalho para estudar os diferentes modelos organizativos no funcionamen...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.