Esperança média de vida dos portugueses volta a aumentar

por Teresa Mendes | 28.09.2018

Homens vivem em média 77,74 anos e as mulheres 83,41 anos
 
A esperança média de vida dos portugueses voltou a aumentar.
Segundo as Tábuas de Mortalidade divulgadas esta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), no triénio 2015-2017, esta foi estimado em 80,78 anos para a população total, em 77,74 anos para os homens e em 83,41 anos para as mulheres, um ganho de 1,57 e de 1,22 anos, respetivamente, face aos valores de 2008-2010.

Já a diferença na esperança de vida à nascença de homens e mulheres diminuiu 0,35 anos, passando de 6,02 para 5,67 anos.

Quanto à esperança de vida aos 65 anos, esta atingiu os 19,45 anos para ambos os sexos, sendo que os homens de 65 anos de idade poderão esperar viver, em média, mais 17,55 anos e as mulheres mais 20,81 anos, o que representa um ganho de 0,81 e de 0,78 anos, respetivamente, face a 2008-2010. 

É na região Norte que se situaram os valores mais elevados da esperança de vida à nascença para o conjunto da população e para os homens, partilhando com a região Centro o valor mais elevado para as mulheres.  

A esperança média de vida dos portugueses voltou a aumentar. Segundo o INE o triénio 2015-2017 registou um valor de 80,78 anos para a população total, de 77,74 anos para os homens e de 83,41 anos para as mulheres, um ganho de 1,57 e de 1,22 anos, respetivamente, face aos valores de 2008-2010 

Em contrapartida, as Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores são aquelas onde se observaram valores mais baixos, tanto para o total da população, como para homens e mulheres.

Segundo os dados do INE, a região Norte volta ao lugar cimeiro no que toca à esperança de vida aos 65 anos, apresentando os valores mais elevados para os homens. Já a Área Metropolitana de Lisboa regista os valores mais elevados para as mulheres.

O relatório está disponível na íntegra aqui 

18tm39T
28 de Setembro de 2018
1839Pub6f18tm39T

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 21.03.2019

Infarmed aprova utilização de canábis para sete indicações terapêuticas

São sete as indicações terapêuticas para a utilização de medicamentos à base de canábis medicinal au...

por Teresa Mendes | 21.03.2019

Contratação simplificada: Técnicos de diagnóstico e terapêutica também fica...

Não são só os médicos que se sentem discriminados por não serem contemplados no processo de contrata...

21.03.2019

 Médicos alertam para rutura na Neonatologia da Maternidade Bissaya Barreto

O Sindicato dos Médicos da Zona Centro (SMZC) alertou esta quarta-feira para a rutura iminente no se...

21.03.2019

 Tutela estuda alargamento do cheque dentista a crianças menores de seis an...

O Ministério da Saúde está a estudar o alargamento dos cheques dentista a crianças menores de seis a...

20.03.2019

 APMGF teme que consultas por telemóvel aumentem as desigualdades

O presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) critica a nova ferramenta...

20.03.2019

OM quer reunião urgente com ministra após «nível de desprezo» inédito

A Ordem dos Médicos (OM) pediu esta terça-feira uma reunião com caráter de urgência à ministra da Sa...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.