Enfermeiros voltam a parar para greve de seis dias em outubro

08.10.2018

Sindicatos unem-se perante a falta de resposta do Governo 
Os enfermeiros vão avançar para uma nova greve, marcada para os dias 10, 11, 16, 17, 18 e 19 de outubro.
Esta foi a resposta de quatro dos sindicatos do setor ao adiamento de mais uma ronda negocial por parte do Ministério da Saúde (MS).
A paralisação termina com uma manifestação em frente à sede do MS, em Lisboa, no dia 19. 

«Após a expressiva adesão à paralisação de setembro e perante a falta de resposta do Governo, decidimos em conjunto avançar para um novo processo de lutas», salienta um comunicado desta quinta-feira, assinado pelo SEP – Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, SERAM – Sindicato dos Enfermeiros da Região Autónoma da Madeira, ASPE – Associação Sindical Portuguesa dos Enfermeiros e SINDEPOR – Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal.

No dia 10 a greve vai realizar-se exclusivamente nos blocos operatórios e cirurgia de ambulatório dos hospitais; no dia 11 será em todas as instituições do setor público (hospitais, Aces/DICAD, ULS, IPST, INEM, todas as Instituições do SNS e setor público dos diferentes Ministérios - Saúde, Defesa, Justiça, etc., que tenham enfermeiros ao serviço).

Os enfermeiros vão avançar para uma nova greve, marcada para os dias 10, 11, 16, 17, 18 e 19 de outubro. Esta foi a resposta de quatro dos sindicatos do setor ao adiamento de mais uma ronda negocial por parte do Ministério da Saúde

Já no dia 16 a paralisação será sentida exclusivamente nos blocos operatórios e cirurgia de ambulatório dos hospitais e no dia 17 em todos os serviços dos hospitais, com exceção dos blocos operatórios e cirurgia de ambulatório; no dia 18 será nas Administrações Regionais de Saúde (Aces/centros de saúde e DICAD) e, finalmente, no dia 19 a greve concretiza-se em todas as instituições do setor público, decorrendo igualmente uma manifestação em frente ao Ministério da Saúde, em Lisboa.

18tm41A
08 de Outubro de 2018
1841Pub2f18tm41A

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

21.05.2019

Há mais 60 mil portugueses sem médico de família desde o início de 2019

Desde o início deste ano que aumentou o número de portugueses sem médico de família. No final de 201...

21.05.2019

APMGF defende criação de mais 30 USF por ano

Criar mais 30 unidades de saúde familiar (USF) por ano em Portugal é uma das medidas do Projeto-Beta...

por Teresa Mendes | 21.05.2019

«NBM in Ambulatory Surgery»  em destaque  no 13.º Congresso Internacional d...

O Centro de Congressos da Alfândega do Porto vai receber, entre os dias 27 e 29 de maio, o 13.º Cong...

por Teresa Mendes | 21.05.2019

1.º Barómetro da Adoção da Telessaúde e de Inteligência Artificial

Os resultados da primeira edição do Barómetro da Adoção da Telessaúde e de Inteligência Artificial,...

por Teresa Mendes | 17.05.2019

 Executivo abre 1129 vagas para as áreas de MGF, hospitalar e de Saúde Públ...

O Governo cumpriu o prazo de 30 dias para a abertura de concursos após a fixação da lista de classif...

por Teresa Mendes | 17.05.2019

Semana Europeia do Teste da Primavera decorre até 24 de maio

Começa hoje e decorre até 24 de maio, a Semana Europeia do Teste Primavera 2019, organizada pela HIV...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.