Doentes críticos em risco no Hospital Fernando Fonseca 

por Teresa Mendes | 15.10.2018

Condições da Anestesiologia «ultrapassam os limites de segurança aceitáveis» 
O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) alerta para a «situação de carência extrema de médicos no Serviço de Anestesiologia» do Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca (HFF), em Amadora-Sintra, salientando que as atuais condições «ultrapassam os limites mínimos de segurança aceitáveis para o tratamento dos doentes críticos».

Num comunicado, o SIM sublinha que a assistência médica na urgência e emergência médica e cirúrgica prestada pelo Serviço de Anestesiologia do hospital «tem sofrido nos últimos anos uma degradação progressiva e grave» devido à «severa delapidação progressiva das equipas médicas de urgência de Anestesiologia», acrescentando que «existem menos de metade do número de médicos anestesiologistas necessários».

O sindicato apresenta os números, informando que no presente mês de outubro, em todos os períodos de urgência de 24 horas, exceto um, «estão apenas escalados dois médicos especialistas para responder a todas as solicitações, nomeadamente a reanimação intra-hospitalar, o bloco operatório, o bloco de partos, o apoio aos meios complementares de diagnóstico e terapêutica urgentes incluindo Via Verde Coronária, técnicas de Pneumologia, TAC e Gastroenterologia e colheita de órgãos».

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) alerta para a «situação de carência extrema de médicos no Serviço de Anestesiologia» do Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca, em Amadora-Sintra, salientando que as atuais condições «ultrapassam os limites mínimos de segurança aceitáveis para o tratamento dos doentes críticos»

Avisando que os médicos «têm vindo a alertar regularmente a administração e a direção clínica para esta situação, de forma verbal e escrita, desde há vários meses sem ter havido até ao momento qualquer resposta válida», o SIM exige da administração do hospital e da tutela a «adoção imediata de medidas» incluindo «a contratação imediata de médicos especialistas».

18tm42D
15 de Outubro de 2018
1842Pub2f18tm42D

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

16.07.2019

«A equidade cada vez depende mais do código postal», adverte bastonário

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM), Miguel Guimarães, defendeu esta segunda-feira mais investime...

16.07.2019

 Ministra reconhece «assimetria muito grande» na distribuição de médicos no...

A ministra da Saúde reconheceu esta segunda-feira na Sertã, distrito de Castelo Branco, que continua...

16.07.2019

Ministra da Saúde defende quadro permanente de anestesistas na MAC

 A ministra da Saúde afirmou esta segunda-feira que não vai desistir de dotar a Maternidade Alfredo...

por Teresa Mendes | 16.07.2019

Hospital de Bragança passa a disponibilizar hospitalização domiciliária

O Hospital de Bragança, inserido na Unidade Local de Saúde (ULS) do Nordeste, vai passar a disponibi...

por Teresa Mendes | 15.07.2019

 Programa Nacional de Promoção da Saúde Oral 2019 está em discussão pública

 A Direção-Geral da Saúde (DGS) colocou em discussão pública, até ao próximo dia 1 de agosto, o Prog...

por Teresa Mendes | 15.07.2019

 Apifarma lança «Prémio Cidadania em Saúde»

No âmbito das comemorações dos seus 80 anos, a Apifarma instituiu o «Prémio Cidadania em Saúde», que...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.