APIC premeia investigação em Cardiologia

por Teresa Mendes | 18.10.2018

Marta da Silva e Manuel Santos distinguidos 
A Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC) atribuiu o Prémio Jovens Cardiologistas de Intervenção a Marta Tavares da Silva, do Centro Hospitalar e Universitário de São João, e Manuel de Oliveira Santos, do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra.

Marta Tavares da Silva foi distinguida pela apresentação de um caso clínico onde foi utilizada uma técnica percutânea singular no tratamento de um pseudoaneurisma gigante da aorta.

Com este caso clínico concluiu-se que «esta complicação rara, mas potencialmente fatal da cirurgia torácica, tem potencial de ser tratada recorrendo a dispositivos de encerramento não dedicados, de forma segura e eficaz.

A Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC) atribuiu o Prémio Jovens Cardiologistas de Intervenção a Marta Tavares da Silva, do Centro Hospitalar e Universitário de São João, e Manuel de Oliveira Santos, do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra

Trata-se mesmo de uma mais-valia no tratamento de doentes que de outra forma não teriam tratamento», explica a médica, citada num comunicado à Imprensa.
Já Manuel de Oliveira Santos apresentou um trabalho sobre a intervenção coronária percutânea guiada por simulação específica com impressão 3D.

«Testámos uma abordagem inovadora em que o processo de tratamento do doente, por cateterismo cardíaco, foi totalmente simulado previamente com recurso a um modelo específico do doente impresso em 3D», referiu o médico, esperando que no futuro «a tecnologia de simulação específica de doente com impressão 3D seja utilizada para melhorar os resultados dos tratamentos percutâneos de patologia cardíaca».

Este ano concorreram ao prémio 87 trabalhos de internos de Cardiologia de jovens cardiologistas de todas as regiões do país, apresentados na Reunião Anual da APIC, que se realizou de 11 a 13 de outubro, em Tróia.  

18tm42O
18 de Outubro de 2018
1842Pub5f18tm42O

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 22.05.2019

Apenas um quarto dos médicos consegue conciliar carreira com vida familiar

A grande maioria dos médicos que trabalha no Serviço Nacional de Saúde (73%) não consegue conciliar...

22.05.2019

 Infarmed conclui processos de financiamento para 22 novos fármacos

 A conclusão de processos de financiamento relativos a novos medicamentos (novas substâncias ativas...

22.05.2019

Fundadores do Observatório de Saúde António Arnaut  defendem transparência

O coordenador do Observatório de Saúde António Arnaut (OSAA) defendeu esta terça-feira, em Coimbra,...

por Teresa Mendes | 22.05.2019

 Encargos com as PPP da saúde aumentaram quase 30%

Os encargos líquidos com parcerias público-privadas (PPP) subiram 5% nos primeiros seis meses de 201...

por Teresa Mendes | 21.05.2019

Taxas de cesariana e de mortalidade materna e perinatal são os temas mais p...

Diogo Ayres de Campos, diretor do Serviço de Obstetrícia do Hospital de Santa Maria (Centro Hospital...

21.05.2019

Porto quer ser «Cidade Sem Sida» até 2020

 A Câmara Municipal do Porto e 22 instituições assinaram esta segunda-feira, dia 20 de maio, o proto...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.