«Não podemos continuar a fingir que não existem milhares de cuidadores»

06.11.2018

PR renova apelo para criação do estatuto do cuidador informal 
A propósito do Dia do Cuidador, assinalado esta segunda-feira, o Presidente da República renovou o apelo para a criação do estatuto do cuidador informal.
Para Marcelo Rebelo de Sousa, «Portugal não pode continuar à espera, sob pena de estar a perpetuar um erro imperdoável, confundindo prioridades, atropelando a defesa da dignidade humana».

Numa nota publicada no site da Presidência da República, o Presidente da República, apelou para que se vençam «preconceitos e obstáculos institucionais» à criação do estatuto do cuidador informal, uma causa que «merece o esforço de todos».

Em Portugal, assinalou, a grande maioria dos cuidados prestados a pessoas dependentes, sejam idosos, pessoas com deficiência, demências ou doenças crónicas «é prestado por cuidadores informais e não através das redes formais».

«Não podemos continuar a fingir que não existem milhares de compatriotas que são pais, filhos, netos, sobrinhos, primos, vizinhos, amigos, cuidadores de tantos e tantos outros portugueses», lê-se na nota.

Marcelo Rebelo de Sousa observou que há «milhares de cuidadores informais e cada vez haverá mais», defendendo que «não podem continuar invisíveis» ou ignorados, «sem vencimentos, folgas, férias, reformas e direitos sociais»

Marcelo Rebelo de Sousa observou que há «milhares de cuidadores informais e cada vez haverá mais», defendendo que «não podem continuar invisíveis» ou ignorados, «sem vencimentos, folgas, férias, reformas e direitos sociais».

No mesmo dia o Centro de Inovação em Tecnologias e Cuidados de Saúde do Politécnico de Leiria lançou uma plataforma para apoiar no autocuidado da pessoa dependente e dos cuidadores.
Chama-se Help2Care e inclui um site e uma aplicação de telemóvel que liga cuidadores informais a profissionais de saúde   

18tm45F
06 de Novembro de 2018
1845Pub3f18tm45F

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 14.06.2019

Rui Ivo volta a ser presidente do Infarmed

Rui Ivo é nomeado, pela segunda vez, presidente da direção do Infarmed.<br /> A nomeação do Conselh...

por Teresa Mendes | 14.06.2019

 Médicos estão cada vez mais receosos quando têm que denunciar insuficiênci...

Os profissionais de saúde têm «cada vez mais receio» de denunciar situações de insuficiências ou mau...

por Teresa Mendes | 14.06.2019

 IPO Lisboa apela à dádiva de sangue

No âmbito do Dia Mundial do Dador de Sangue, que se celebra esta sexta-feira, dia 14 de junho, o Ser...

14.06.2019

Taxas moderadoras nos centros de saúde com fim à vista

A proposta do Bloco de Esquerda que dita o fim das taxas moderadoras nos centros de saúde vai ser vo...

por Teresa Mendes | 12.06.2019

Médicos com alojamento assegurado para reforço de cuidados de saúde no verã...

 A Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve vai assegurar residência aos médicos que queiram...

por Teresa Mendes | 12.06.2019

Argumentos que pretendem proibir PPP na saúde «não são razoáveis»

Numa altura em que foi adiada a votação do artigo sobre as PPP da Lei de Bases da Saúde para o próxi...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.