«Não podemos continuar a fingir que não existem milhares de cuidadores»

06.11.2018

PR renova apelo para criação do estatuto do cuidador informal 
A propósito do Dia do Cuidador, assinalado esta segunda-feira, o Presidente da República renovou o apelo para a criação do estatuto do cuidador informal.
Para Marcelo Rebelo de Sousa, «Portugal não pode continuar à espera, sob pena de estar a perpetuar um erro imperdoável, confundindo prioridades, atropelando a defesa da dignidade humana».

Numa nota publicada no site da Presidência da República, o Presidente da República, apelou para que se vençam «preconceitos e obstáculos institucionais» à criação do estatuto do cuidador informal, uma causa que «merece o esforço de todos».

Em Portugal, assinalou, a grande maioria dos cuidados prestados a pessoas dependentes, sejam idosos, pessoas com deficiência, demências ou doenças crónicas «é prestado por cuidadores informais e não através das redes formais».

«Não podemos continuar a fingir que não existem milhares de compatriotas que são pais, filhos, netos, sobrinhos, primos, vizinhos, amigos, cuidadores de tantos e tantos outros portugueses», lê-se na nota.

Marcelo Rebelo de Sousa observou que há «milhares de cuidadores informais e cada vez haverá mais», defendendo que «não podem continuar invisíveis» ou ignorados, «sem vencimentos, folgas, férias, reformas e direitos sociais»

Marcelo Rebelo de Sousa observou que há «milhares de cuidadores informais e cada vez haverá mais», defendendo que «não podem continuar invisíveis» ou ignorados, «sem vencimentos, folgas, férias, reformas e direitos sociais».

No mesmo dia o Centro de Inovação em Tecnologias e Cuidados de Saúde do Politécnico de Leiria lançou uma plataforma para apoiar no autocuidado da pessoa dependente e dos cuidadores.
Chama-se Help2Care e inclui um site e uma aplicação de telemóvel que liga cuidadores informais a profissionais de saúde   

18tm45F
06 de Novembro de 2018
1845Pub3f18tm45F

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 18.01.2019

Economista Márcia Roque é a nova presidente da ACSS

O Conselho de Ministros (CM) desta quinta-feira nomeou a economista Márcia Roque para presidente do...

por Teresa Mendes | 18.01.2019

 Portugal tem o maior rácio de médicos de MGF por habitante da UE

Portugal é o país da União Europeia (UE) com a maior taxa de especialistas de Medicina Geral e Famil...

18.01.2019

CHUC lança projeto «H2 – Humanizar o Hospital»

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) lança, no próximo dia 24, o projeto «H2 - Huma...

por Teresa Mendes | 17.01.2019

Centro Hospitalar do Oeste está «refém de prestadores de serviço»

O Centro Hospitalar do Oeste (CHO) é a terceira unidade de saúde do país com maior volume de horas c...

por Teresa Mendes | 17.01.2019

Cancro digestivo mata uma pessoa a cada hora em Portugal

O cancro digestivo mata uma pessoa por hora em Portugal, uma doença que tem vindo a aumentar nos últ...

por Teresa Mendes | 16.01.2019

Governo quer melhorar os Serviços de Urgência

O Governo criou um grupo de trabalho para estudar os diferentes modelos organizativos no funcionamen...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.