Marta Temido quer regresso a modelo de autonomia de gestão nos hospitais

por Teresa Mendes | foto de "DR" Luis Ribeiro | 06.11.2018

Ministra defende referenciação hospitalar para todas as especialidades 
Em 2019, o Governo pretende «um regresso progressivo a um modelo de organização promotor de autonomia de gestão dos hospitais», segundo a nota explicativa do Ministério da Saúde para o Orçamento do Estado (OE), apresentada esta terça-feira pela ministra da Saúde, Marta Temido, no Parlamento.

Além do reforço da autonomia hospitalar, é objetivo para 2019, no âmbito da reforma dos cuidados de saúde hospitalares, a implementação dos CRI, a «agilização do processo de colocação dos novos médicos especialistas», a introdução de novos instrumentos na contratualização, «visando criar mecanismos mais flexíveis, que possam dar respostas rápidas e eficazes à procura de cuidados de saúde». 

Em 2019, o Governo pretende «um regresso progressivo a um modelo de organização promotor de autonomia de gestão dos hospitais», segundo a nota explicativa do Ministério da Saúde para o Orçamento do Estado, apresentada esta terça-feira pela ministra da Saúde, Marta Temido, no Parlamento

Para 2019 a aposta passa ainda pela dinamização da atividade dos centros de referência no Serviço Nacional de Saúde (SNS) e pelo «desenvolvimento de redes de referenciação hospitalar para todas as especialidades médicas».

Mais 4000 trabalhadores até ao final deste ano

Relativamente ao número de profissionais do SNS e do Ministério da Saúde, incluindo os hospitais em regime de Parceria Público-Privada, este deverá atingir os 136 mil em dezembro, mais 4000 (3%) face ao ano anterior, segundo estimativas do Governo.

«Em termos relativos, em 2018, o grupo dos enfermeiros continuará a ser o mais representativo, com 33,4% do total, seguido do pessoal médico, com 21,3%, e dos assistentes operacionais, com 20% do total de trabalhadores», diz ainda a  nota explicativa do Ministério da Saúde
 
18tm45H
06 de Novembro de 2018
1845Pub3f18tm45H

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 22.01.2019

Mortalidade infantil subiu 26% em 2018

A mortalidade infantil sofreu uma inversão de tendência e aumentou 26% em 2018, segundo dados provis...

por Teresa Mendes | 22.01.2019

Serviços de Urgência já estão a recusar doentes

Nas últimas semanas, alguns Serviços de Urgência (SU) tiveram que recusar doentes devido à sobrelota...

por Teresa Mendes | 22.01.2019

Alergia da expressão cutânea em debate

Vai decorrer, no próximo dia 23 de fevereiro, no Palácio da Lousã Boutique Hotel, a 6.ª Reunião Temá...

por Teresa Mendes | 22.01.2019

Internamentos por bronquiolites em crianças está a aumentar

A bronquiolite é responsável por dois em cada dez internamentos de crianças com menos de dois anos,...

21.01.2019

Resistência à vacinação entre as 10 maiores ameaças à saúde em 2019

A Organização Mundial da Saúde (OMS) elaborou um Top 10 dos assuntos mais preocupantes em 2019 e que...

por Teresa Mendes | 21.01.2019

 Candidaturas abertas ao Prémio Nacional de Diabetologia

Estão abertas as candidaturas, até ao próximo dia 1 de fevereiro, ao Prémio Nacional de Diabetologia...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.