Permanecem «grandes lacunas no acesso a medicamentos essenciais»

por Teresa Mendes | 12.11.2018

Infarmed organiza conferência Internacional 
A procura de soluções para o equilíbrio entre o acesso aos medicamentos inovadores, a segurança do tratamento e a estabilidade financeira são assuntos que vão estar em discussão numa conferência internacional, promovida pelo Infarmed, que junta, nos próximos dias 29 e 30, em Lisboa, especialistas de vários países europeus.

«Medicines - Facing the Challenges: Equity, Sustainability and Access» é o tema da conferência, que decorre no âmbito das celebrações do 25.º aniversário do Infarmed.

Esta iniciativa, que conta com colaboração com a Organização Mundial da Saúde Europa, tem como objetivo «a partilha de experiências entre parceiros e países sobre novas formas de colaboração, incluindo a colaboração transfronteiriça, tendo em vista o contínuo acesso a medicamentos», salienta a Autoridade Nacional do Medicamento numa nota publicada no seu site.

O acesso a medicamentos é um pilar central da cobertura universal de saúde e um dos objetivos de desenvolvimento sustentável das Nações Unidas.

No entanto, destaca a nota à Imprensa, «grandes lacunas no acesso a medicamentos essenciais permanecem em países em vias de desenvolvimento e mesmo os países desenvolvidos encontram crescentes desafios em garantir, de forma sustentável, o acesso a medicamentos inovadores para doenças como cancro, hepatite C e doenças raras».

A procura de soluções para o equilíbrio entre o acesso aos medicamentos inovadores, a segurança do tratamento e a estabilidade financeira são assuntos que vão estar em discussão numa conferência internacional, promovida pelo Infarmed, que junta, nos próximos dias 29 e 30, em Lisboa, especialistas de vários países europeus 

Para melhorar o acesso e aumentar a introdução de novos medicamentos no mercado, «os governos de vários países estão ativamente empenhados num objetivo de colaboração, nomeadamente através de partilha de informação via Horizon Scanning, Avaliação de Tecnologias de Saúde, negociação de preços e aquisição conjunta», salienta ainda a organização do evento.

Mais informações sobre o programa e participação podem ser consultadas aqui

18tm46B
12 de Novembro de 2018
1846Pub2f18tm46B

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 05.12.2019

Curso de Medicina na Católica chumbado pela Agência de Acreditação

A Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES) chumbou a abertura de um curso de Med...

por Teresa Mendes | 05.12.2019

ADSE passa a ser tutelada pelo Ministério da Administração Pública

A ADSE já não é da tutela do Ministério da Saúde. Segundo o regime da organização e funcionamento do...

por Teresa Mendes | 05.12.2019

 Médicos de Medicina Interna são insuficientes manter o SU dos HUC

Vinte médicos especialistas em Medicina Interna enviaram declaração de responsabilidade à Ordem dos...

por Teresa Mendes | 05.12.2019

 Reduzir o colesterol mais cedo pode diminuir risco cardiovascular mais tar...

Reduzir os níveis de colesterol com medicamentos em pessoas com menos de 45 anos pode reduzir o risc...

por Teresa Mendes | 04.12.2019

Esperança de vida em Portugal é maior do que na média dos países da EU

A esperança de vida em Portugal «aumentou substancialmente na última década», nomeadamente com a red...

por Teresa Mendes | 04.12.2019

Ministra inaugurou centro de saúde em Ventosa, Torres Vedras

A ministra da Saúde, Marta Temido, inaugurou esta terça-feira, o centro de saúde de São Mamede da Ve...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.