Dinamarca vai ter centro internacional para lutar contra resistência a antibióticos

por Teresa Mendes | 16.11.2018

Abertura está prevista para 2019 e vai criar 500 postos de trabalho
O Governo dinamarquês anunciou a criação de um centro de investigação internacional para lutar contra a resistência aos antibióticos.

O anúncio foi feito pela ministra da Saúde dinamarquesa, Elle Trane Norby, esta quinta-feira em Seattle, Estados Unidos. 

De acordo com um comunicado, o futuro «Centro Internacional para Soluções Interdisciplinares sobre Resistência aos Antibióticos», financiado pela Dinamarca e por capital privado, deve abrir no próximo ano e pode criar cerca de 500 postos de trabalho.

As infeções resistentes a antibióticos são um problema global, que afeta sobretudo os países mais desenvolvidos.

Segundo um estudo do Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças, cerca de 33 mil pessoas morrem anualmente na Europa devido às resistências antimicrobianas.

Portugal regista uma melhoria nas infeções hospitalares

No mesmo dia, a diretora-geral da Saúde, em declarações à Lusa, durante o Congresso «Infeção: prevenção e controlo», que decorreu em Coimbra, considerou que os últimos dados sobre infeções hospitalares em Portugal apontam para uma melhoria, embora não sejam ainda os ideais.

A prevalência de infeções hospitalares, segundos os últimos dados validados em Portugal, aponta para 7,8%, disse Graça Freitas. Segundo a responsável, «tudo indica que a prevalência de infeções em hospitais será na ordem dos 7,8%, o que não sendo o valor ideal é um valor bom».

Neste momento, de acordo com a responsável, Portugal está «a fazer um caminho no sentido de reduzir as infeções associadas aos cuidados de saúde e a reduzir as resistências aos antimicrobianos».

18tm46R
16 de Novembro de 2018
1846Pub6f18tm46R

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 18.01.2019

Economista Márcia Roque é a nova presidente da ACSS

O Conselho de Ministros (CM) desta quinta-feira nomeou a economista Márcia Roque para presidente do...

por Teresa Mendes | 18.01.2019

 Portugal tem o maior rácio de médicos de MGF por habitante da UE

Portugal é o país da União Europeia (UE) com a maior taxa de especialistas de Medicina Geral e Famil...

por Teresa Mendes | 18.01.2019

Daniel Ferro substitui Carlos Martins à frente do CHULN

Daniel Ferro, atual presidente do conselho de administração do Hospital Garcia de Orta, vai substitu...

por Teresa Mendes | 17.01.2019

Centro Hospitalar do Oeste está «refém de prestadores de serviço»

O Centro Hospitalar do Oeste (CHO) é a terceira unidade de saúde do país com maior volume de horas c...

por Teresa Mendes | 17.01.2019

Cancro digestivo mata uma pessoa a cada hora em Portugal

O cancro digestivo mata uma pessoa por hora em Portugal, uma doença que tem vindo a aumentar nos últ...

por Teresa Mendes | 16.01.2019

Governo quer melhorar os Serviços de Urgência

O Governo criou um grupo de trabalho para estudar os diferentes modelos organizativos no funcionamen...

por Teresa Mendes | 16.01.2019

 SIM acusa Governo de não resolver a «situação crítica» no INML

No dia da abertura do ano judicial o Sindicato Independente dos Médicos (SIM) deixou um apelou ao Go...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.