Tonic App conquista lugar cimeiro na Medica 2018

por Teresa Mendes | 19.11.2018

Aplicação portuguesa é a segunda melhor do mundo 
A startup portuguesa Tonic App, que desenvolveu a aplicação com o mesmo nome, ficou em segundo lugar na competição que distingue as melhores aplicações móveis na MEDICA 2018, a maior feira de saúde do mundo, que decorreu de 12 a 15 de novembro, em Düsseldorf, Alemanha.

Criada há menos de dois anos, a ferramenta é usada por mais de 17% dos médicos em Portugal.

A app portuguesa tem como objetivo ajudar os médicos a diagnosticar e a tratar os doentes através de uma série de ferramentas, bem como a promoção do diálogo interpares, nomeadamente no caso de diagnósticos mais complicados, numa plataforma segura de discussão de casos.

A startup portuguesa Tonic App, que desenvolveu a aplicação com o mesmo nome, ficou em segundo lugar na competição que distingue as melhores aplicações móveis na Medica 2018, a maior feira de saúde do mundo 

O prémio foi atribuído por um júri que juntou especialistas internacionais da Alemanha, China, Eslovénia, França, Índia e Quénia, tendo o grande vencedor sido a FibriCheck.

«O sucesso tão rápido em Portugal junto da comunidade médica fez-nos decidir que é o momento de internacionalizar. Orgulho-me de comunicar que a Tonic App já está disponível no Reino Unido, França e Espanha, três dos cinco mercados mais importantes na área da saúde na Europa», disse à Lusa Daniela Seixas, médica e CEO da Tonic App.

Além da plataforma já lançada, a empresa está a preparar novidades: a próxima é um motor de busca específico para congressos médicos.

«A aplicação disponibiliza orientações, emprego médico, recursos educativos e formativos e acesso às melhores publicações de editores», descreve ainda a responsável, assegurando o rigor científico dos conteúdos: «Temos um departamento científico que serve de curadoria a tudo o que entra, para que os médicos tenham a garantia de conteúdos fidedignos, com todas as bibliografias.»

Com apenas sete funcionários, a empresa está neste momento à procura de investimento estrangeiro, tendo em vista a expansão no mercado europeu e, a médio prazo, a entrada no mercado norte-americano.

«A ideia é crescermos primeiro em número de utilizadores médicos, adaptando a aplicação para estes mercados com as suas especificidades, com um trabalho feito junto dessas comunidades médicas.
Queremos tornar a Tonic App na aplicação de todos os médico», sublinhou Daniela Seixas.

Vídeo explicativo da App disponível aqui

Disponível em https://www.tonicapp.com/

18tm47D
19 de Novembro de 2018
1847Pub2f18tm47D

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 14.06.2019

Rui Ivo volta a ser presidente do Infarmed

Rui Ivo é nomeado, pela segunda vez, presidente da direção do Infarmed.<br /> A nomeação do Conselh...

por Teresa Mendes | 14.06.2019

 Médicos estão cada vez mais receosos quando têm que denunciar insuficiênci...

Os profissionais de saúde têm «cada vez mais receio» de denunciar situações de insuficiências ou mau...

por Teresa Mendes | 14.06.2019

 IPO Lisboa apela à dádiva de sangue

No âmbito do Dia Mundial do Dador de Sangue, que se celebra esta sexta-feira, dia 14 de junho, o Ser...

14.06.2019

Taxas moderadoras nos centros de saúde com fim à vista

A proposta do Bloco de Esquerda que dita o fim das taxas moderadoras nos centros de saúde vai ser vo...

por Teresa Mendes | 12.06.2019

Médicos com alojamento assegurado para reforço de cuidados de saúde no verã...

 A Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve vai assegurar residência aos médicos que queiram...

por Teresa Mendes | 12.06.2019

Argumentos que pretendem proibir PPP na saúde «não são razoáveis»

Numa altura em que foi adiada a votação do artigo sobre as PPP da Lei de Bases da Saúde para o próxi...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.