1.ª edição do Fórum Diplomacia da Saúde debate a Saúde Pública e Global

por Teresa Mendes | foto de "DR" | 20.11.2018

Evento decorre a 26 de novembro, na Reitoria da Universidade do Porto
No próximo dia 26 de novembro, Portugal recebe, pela primeira vez, o Fórum Diplomacia da Saúde, uma iniciativa que procura integrar e aprofundar os conceitos de Saúde Global e Diplomacia da Saúde, com a valorização de competências e capacitação de profissionais do setor em relações internacionais, economia e de políticas públicas.

Num comunicado, a organização - composta por uma equipa multidisciplinar e que integra, entre outros, a diretora do Centro de Educação Médica da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), Maria Amélia Ferreira, ou o médico especialista em Saúde Pública, Francisco Pavão - explica que serão abordadas questões como «as negociações que moldam as políticas de saúde a nível global, como a gestão e controlo de epidemias ou o impacto das alterações clínicas na saúde».

O evento, que terá lugar na Reitoria da Universidade do Porto, e que conta com o apoio da MSD, vai reunir uma lista privilegiada de oradores com experiência na área da Saúde e da Diplomacia. Entre os convidados de honra, estão confirmados: José Martins Nunes, alto-comissário para a Saúde Global, Eurico Castro Alves, presidente da Comissão Organizadora da Convenção Nacional de Saúde e Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos.

Todos os participantes terão oportunidade de assistir a uma conversa-debate entre três embaixadores: Hélder Vaz (Embaixador da Guiné Bissau), Petr Selepa (Embaixador da República-Checa) e Freitas Ferraz (Embaixador e Diretor do Instituto Diplomático). 

No próximo dia 26 de novembro, Portugal recebe, pela primeira vez, o Fórum Diplomacia da Saúde, uma iniciativa que procura integrar e aprofundar os conceitos de Saúde Global e Diplomacia da Saúde, com a valorização de competências e capacitação de profissionais do setor em relações internacionais, economia e de políticas públicas 

Entre os vários temas, destaque para uma sessão que vai reunir os vários grupos de trabalho envolvidos no desenvolvimento do primeiro Gabinete de Saúde Global em Portugal. Essas mesmas conclusões serão depois apresentadas por Mário Pinto, assessor para a Saúde do Presidente da República, e José Martins Nunes, alto-comissário para a Saúde Global.

Para mais informações, consulte o site www.forumdiplomaciasaude.pt 

18tm47E
20 de Novembro de 2018
1847Pub3f18tm47E

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 14.06.2019

Rui Ivo volta a ser presidente do Infarmed

Rui Ivo é nomeado, pela segunda vez, presidente da direção do Infarmed.<br /> A nomeação do Conselh...

por Teresa Mendes | 14.06.2019

 Médicos estão cada vez mais receosos quando têm que denunciar insuficiênci...

Os profissionais de saúde têm «cada vez mais receio» de denunciar situações de insuficiências ou mau...

por Teresa Mendes | 14.06.2019

 IPO Lisboa apela à dádiva de sangue

No âmbito do Dia Mundial do Dador de Sangue, que se celebra esta sexta-feira, dia 14 de junho, o Ser...

14.06.2019

Taxas moderadoras nos centros de saúde com fim à vista

A proposta do Bloco de Esquerda que dita o fim das taxas moderadoras nos centros de saúde vai ser vo...

por Teresa Mendes | 12.06.2019

Médicos com alojamento assegurado para reforço de cuidados de saúde no verã...

 A Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve vai assegurar residência aos médicos que queiram...

por Teresa Mendes | 12.06.2019

Argumentos que pretendem proibir PPP na saúde «não são razoáveis»

Numa altura em que foi adiada a votação do artigo sobre as PPP da Lei de Bases da Saúde para o próxi...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.