Médicos retomam negociações com Ministério da Saúde

por Teresa Mendes | 03.12.2018

Fnam destaca ambiente de «cordialidade e frontalidade»
A Federação Nacional dos Médicos (Fnam) destaca o ambiente de «cordialidade e frontalidade» da primeira reunião negocial com a ministra da Saúde, Marta Temido, que decorreu esta sexta-feira, dia 30 de novembro, também com a presença do Sindicato Independente dos Médicos (SIM).

Segundo um comunicado, na reunião estiveram, além da ministra, duas assessoras, o presidente da Fnam, João Proença, e o secretário-geral do SIM, Roque da Cunha.

De acordo com a nota à Imprensa, «ficou definida a resolução de problemas dos cadernos reivindicativos a resolver dentro da legislatura», entre os quais o descongelamento da progressão salarial (incluindo médicos que transitam para as 40 horas); a passagem das 200 para as 150 horas anuais em Serviço de Urgência, em igualdade com os restantes trabalhadores da Função Pública (FP); a abertura de concursos de mobilidade hospitalar e aplicação das mesmas condições de mobilidade para a Medicina Geral e Familiar em CIT e em CTFP; a colocação em concurso das vagas ocupadas por médicos reformados ou o suplemento de autoridade de saúde para os médicos de Saúde Pública.

A Federação Nacional dos Médicos destaca o ambiente de «cordialidade e frontalidade» da primeira reunião negocial com a ministra da Saúde, Marta Temido, que decorreu esta sexta-feira, dia 30 de novembro, também com a presença do Sindicato Independente dos Médicos 

O comunicado refere ainda que o restante caderno reivindicativo terá uma calendarização com a constituição de mesas negociais na próxima reunião, que já está marcada para o próximo dia 21 de dezembro.

18tm49d
03 de Dezembro de 2018
1849Pub2f18tm49d

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 22.05.2019

Apenas um quarto dos médicos consegue conciliar carreira com vida familiar

A grande maioria dos médicos que trabalha no Serviço Nacional de Saúde (73%) não consegue conciliar...

22.05.2019

 Infarmed conclui processos de financiamento para 22 novos fármacos

 A conclusão de processos de financiamento relativos a novos medicamentos (novas substâncias ativas...

22.05.2019

Fundadores do Observatório de Saúde António Arnaut  defendem transparência

O coordenador do Observatório de Saúde António Arnaut (OSAA) defendeu esta terça-feira, em Coimbra,...

por Teresa Mendes | 22.05.2019

 Encargos com as PPP da saúde aumentaram quase 30%

Os encargos líquidos com parcerias público-privadas (PPP) subiram 5% nos primeiros seis meses de 201...

por Teresa Mendes | 21.05.2019

Taxas de cesariana e de mortalidade materna e perinatal são os temas mais p...

Diogo Ayres de Campos, diretor do Serviço de Obstetrícia do Hospital de Santa Maria (Centro Hospital...

21.05.2019

Porto quer ser «Cidade Sem Sida» até 2020

 A Câmara Municipal do Porto e 22 instituições assinaram esta segunda-feira, dia 20 de maio, o proto...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.