CHUA não abre qualquer vaga para Ginecologia e Ortopedia

por Teresa Mendes | foto de "DR"www.simedicos.pt | 28.12.2018

SIM apela para que situação seja corrigida 
 A delegação do Algarve do Sindicato Independente dos Médicos (SIM) diz-se surpreendida e preocupada com o facto de o Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) não ter sido contemplado com nenhuma vaga para especialidades tão carenciadas na região, como são a Ginecologia/Obstetrícia e a Ortopedia, no recente concurso para assistentes hospitalares.

«O SIM Algarve lamenta e não aceita o desrespeito pela região algarvia manifestado pela ausência de vagas no atual concurso e exige que a situação seja corrigida com a abertura de vagas em número adequado às necessidades no Algarve no próximo concurso para assistentes hospitalares», salienta aquele sindicato num comunicado divulgado esta quinta-feira.

«O SIM Algarve lamenta e não aceita o desrespeito pela região algarvia manifestado pela ausência de vagas no atual concurso e exige que a situação seja corrigida com a abertura de vagas em número adequado às necessidades no Algarve no próximo concurso para assistentes hospitalares», salienta um comunicado 

Na nota à Imprensa, o SIM lembra a «persistente falta de destes médicos especialistas nos quadros do CHUA e do pagamento em outsourcing muito superior ao dos médicos da instituição».

«O Algarve é extremamente carenciado em recursos humanos, com os quadros médicos destas especialidades reduzidos a um terço das suas necessidades, funcionando as duas maternidades do Algarve com recurso à contratação externa de mais de 50% de médicos durante todo o ano para assegurar o atendimento no Serviço de Urgência», reforça ainda aquela estrutura sindical.

18tm52n
28 de Dezembro de 2018
1852Pub6f18tm52n

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 24.04.2019

Pneumonia: Mais de 50% dos doentes de risco não são aconselhados a vacinar-...

A pneumonia mata, em média, 23 pessoas por dia nos hospitais portugueses, mais do dobro da média eur...

por Teresa Mendes | 24.04.2019

Ministério da Saúde pede sindicância à Ordem dos Enfermeiros

A ministra da Saúde, Marta Temido, pediu à Inspeção-Geral das Atividades em Saúde (IGAS) para realiz...

por Teresa Mendes | 24.04.2019

 «Suspeição intolerável» 

 A ministra da Saúde, Marta Temido, considera uma «suspeição intolerável» do bastonário da Ordem dos...

por Teresa Mendes | 24.04.2019

 SESARAM continua a não registar assiduidade dos seus trabalhadores

Uma auditoria do Tribunal de Contas (TC) revelou, esta terça-feira, que o Serviço de Saúde da Região...

por Teresa Mendes | 23.04.2019

Encontro internacional debate futuro do envelhecimento<br />  

A Academia Nacional de Medicina de Portugal (ANMP), o Science Advice for Policy by European Academie...

por Teresa Mendes | 23.04.2019

Manifesto da EFPIA reforça os benefícios das vacinas

«Construir uma Europa mais Saudável» é o título do manifesto criado pela Vaccines Europe, o grupo es...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.