ULS do Norte Alentejano gastou mais de 5 milhões de euros em tarefeiros

por Teresa Mendes | 02.01.2019

Verba gasta dava para contratar 118 médicos especialistas, diz SIM 
 Em 2018, a Unidade Local de Saúde (ULS) do Norte Alentejano gastou mais de 5 milhões de euros em tarefeiros, alocando esta verba no centro de custo de aprovisionamento, denuncia o Sindicato Independente dos Médicos (SIM), que acusa o Governo de «gastar quantias exorbitantes para a contratação de empresas de prestadores de serviços na tentativa de colmatar as falhas por ele criadas».

Segundo o SIM a ULS do Norte Alentejano - de que fazem parte os hospitais de Portalegre e Elvas - «lançou em 2018 concursos para aquisição externa de serviços médicos no valor de 5.647.053,22 euros». 

«Dois hospitais que, para funcionar, precisam mais de 5 milhões de euros por ano em contratação externa de serviços médicos não são hospitais viáveis», considera o sindicato, indicando que «esta verba daria para contratar 118 médicos especialistas, integrados na carreira médica».

Em 2018, a ULS do Norte Alentejano gastou mais de 5 milhões de euros em tarefeiros, alocando esta verba no centro de custo de aprovisionamento, denuncia o SIM, que acusa o Governo de «gastar quantias exorbitantes para a contratação de empresas de prestadores de serviços na tentativa de colmatar as falhas por ele criadas» 

Acusando o Governo, os conselhos de administração e os responsáveis da Administrações Regionais de Saúde de «esbanjar o orçamento em empresas de serviços médicos» e, simultaneamente, de «ocultar os custos num centro de custos de aprovisionamento», aquela estrutura sindical apela à abertura urgente de concursos para a contratação de médicos.

«Porque não abre concursos? Porque pretende o Governo manter a contabilidade criativa e não investir nos recursos humanos e fazê-lo nas empresas?», lê-se no comunicado.

Os ficheiros da contratação externa de serviços médicos da ULS do Norte Alentejano estão disponíveis aqui e aqui
 
19tm01b
02 de Janeiro de 2019
1901Pub4f18tm01b

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 26.03.2019

Número de transplantes diminuiu em 2018

Em 2018, o número de transplantes diminuiu em Portugal, ano em que se registou a média mais elevada...

por Teresa Mendes | 26.03.2019

Conferência «Defesa de Valores e Compressão de Direitos»

A Ordem dos Médicos (OM) e a Cuatrecasas organizam, no próximo dia 2 abril, pelas 18h30, na sede da...

por Teresa Mendes | 26.03.2019

 Ministra da Saúde manda averiguar denúncias sobre colonoscopias

A ministra da Saúde, Marta Temido vai pedir à Entidade Reguladora da Saúde (ERS) uma averiguação à d...

por Teresa Mendes | 25.03.2019

 Quase metade das vagas para médicos ficaram por preencher

 O concurso mais recente para colocar especialistas em hospitais e centros de saúde ficou com 42% de...

25.03.2019

Associação Administradores Hospitalares critica dependência da Saúde face à...

O presidente da Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (APAH), Alexandre Lourenço, di...

por Teresa Mendes | 22.03.2019

 Trofa Saúde Hospital abre dia 8 de abril em Loures

A primeira unidade no Sul do país do Grupo Trofa Saúde Hospital vai situar-se no LoureShopping, com...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.